Notícia

Gestão C&T

Fapesp firma parceria com instituto mexicano

Publicado em 06 novembro 2008

No dia 29, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) firmou uma parceria com o Instituto de Inovação e Transferência de Tecnologia do Estado de Nuevo León, no México. O acordo de cooperação científica entre as duas instituições foi assinado na sede da fundação, em São Paulo (SP), pelo presidente da Fapesp, Celso Lafer, e pelo diretor-geral do instituto mexicano, Jaime Parada.

A cerimônia de assinatura ainda contou com a participação do diretor científico da Fapesp, Carlos Henrique de Brito Cruz; do diretor administrativo Joaquim José de Camargo Engler; do conselheiro da fundação Eduardo Moacyr Krieger; do governador de Nuevo León, José Natividad González Paras; e do cônsul geral do México em São Paulo, Salvador Jesus Arriola y Darreneche.

De acordo com informações divulgadas pela Fapesp, Nuevo León tem um índice de desenvolvimento humano maior do que o de qualquer país da América Latina. A capital, Monterrey, é uma das grandes cidades do país, com 4 milhões de habitantes, sediando diversas empresas de grande porte.

O objetivo do acordo é o de desenvolver ações que resultem em projetos conjuntos de alto nível científico em todas as áreas do conhecimento. A cooperação deverá promover parcerias de pesquisa entre cientistas e engenheiros de Nuevo León e São Paulo e o intercâmbio de pesquisadores e estudantes de nível profissional e de pós-graduação.

Também está prevista a realização de visitas de intercâmbio científico, oficinas e seminários bilaterais em ambos os países, além da troca de conhecimento em práticas de administração de parques científicos e tecnológicos e no registro e licenciamento de patentes em instituições acadêmicos e sua transferência para o mercado.

De acordo com o texto, as propostas serão apresentadas pelos pesquisadores de cada país às suas respectivas organizações. Cada uma delas analisará as propostas segundo seus próprios critérios e normas e, depois da validação de cada uma delas, a Fapesp e o instituto mexicano decidirão em parceria os projetos que serão apoiados.

Para ter acesso ao texto de parceria entre a Fapesp e o instituto mexicano, acesse este link.

(Com informações da Fapesp)