Notícia

Saúde Business

Fapesp financia pesquisa do genoma de fungos

Publicado em 28 dezembro 2005

Seqüenciamento genético permitirá produção de drogas para combater fungos que causam a morte de pacientes com leucemia e transplantados de medula óssea

A Universidade de Manchester, na Inglaterra, decifrou o código genético dos fungos Aspergillus fumigatus, Aspergillus nidulans e Aspergillus oryzae, sendo o primeiro o principal responsável pela morte de pacientes vulneráveis com leucemia e transplantados de medula óssea. O professor Gustavo Henrique Goldman, professor titular da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP) da USP, foi o único pesquisador da América Latina que participou do consócio internacional.
No Brasil, a pesquisa foi financiada pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), que implantou a cultura do genoma no País. Entre os diversos benefícios da descoberta está a produção de drogas mais eficientes para combater os fungos, evitando a multiplicação dos mesmos, assim como a produção de "kits" para a detecção mais precoce do fungo.