Notícia

Planeta Universitário

FAPESP - Escola São Paulo de Ciência Avançada tem nova chamada

Publicado em 11 julho 2011

A FAPESP lançou no dia 8 de julho nova chamada da Escola São Paulo de Ciência Avançada (ESPCA), modalidade de fomento que oferece recursos para a organização de cursos de curta duração em temas de fronteira em ciência e tecnologia em qualquer área do conhecimento. Além do avanço no conhecimento, espera-se que os eventos apoiados contribuam para dar visibilidade à pesquisa, aos programas de doutorado e sirvam como oportunidades para estágios de pós-doutorado no Estado de São Paulo, especialmente para candidatos de outros Estados e países.Nos cursos da ESPCA, cientistas com interesses profissionais comuns se reúnem por período de uma a duas semanas, promovendo intensa discussão e análise dos aspectos mais avançados em seus campos de pesquisa.

Essas conferências oferecem os meios de disseminação de informação e idéias de uma forma que não poderia ser obtida por meio de canais usuais de comunicação como publicações científicas e apresentações em eventos científicos.

Cada escola apoiada deverá ter uma programação de palestras ou minicursos com pesquisadores do Brasil e do exterior. A FAPESP espera que o conjunto de palestrantes/professores reflita um bom equilíbrio entre estrangeiros e brasileiros.

Espera-se que, dentre os pesquisadores convidados para apresentar minicursos ou palestras, sejam incluídos pesquisadores de alta visibilidade mundial, evidenciada por meio de elementos como o recebimento de prêmios científicos de alto nível, publicações de impacto reconhecido pela comunidade da área, liderança em organizações de destaque internacional, de forma a oferecer aos estudantes participantes a oportunidade de conviver com destacados cientistas.

Os estudantes participantes devem estar matriculados em cursos de graduação ou pós-graduação no Brasil ou exterior, sendo potenciais candidatos aos cursos de mestrado, doutorado ou a estágios de pós-doutorado em instituições de ensino superior e pesquisa no Estado de São Paulo. Também poderão ser aceitos alguns jovens doutores.

Além de participar dos minicursos, os estudantes selecionados terão oportunidade de apresentar aos colegas, em sessões de pôsteres, os resultados de suas pesquisas. Espera-se que cada ESPCA receba até em torno de 100 estudantes. Serão priorizadas as propostas que apresentarem participação intensa de estudantes de fora do Brasil. Espera-se que pelo menos 50% dos participantes venham de outros países.

Serão priorizadas as propostas que apresentarem participação intensa de estudantes de outros países. As solicitações deverão ser submetidas por pesquisadores doutores semestralmente para análise, atendendo às chamadas de propostas.

Propostas para a quarta chamada da ESPCA (Chamada FAPESP 18/2011) serão aceitas até o dia 8 de setembro de 2011. As escolas serão realizadas a partir de 3 de janeiro de 2012.

A submissão de propostas para a chamada deverá ser feita por formulários em papel, em envelope fechado, conforme instruções disponíveis em www.fapesp.br/espca.

Agência FAPESP