Notícia

Protec - Pró-Inovação Tecnológica

Fapesp e University of Virginia discutem acordo de cooperação

Publicado em 09 novembro 2015

Representantes da University of Virginia (UVA), Estados Unidos, estiveram na sede da Fapesp no dia 29 de outubro para debater a possibilidade de futuros acordos de cooperação em pesquisa envolvendo as duas instituições.

Jeffrey Legro , vice-reitor da UVA para Assuntos Globais, e Phillip Parrish, vice-presidente de pesquisa da universidade, foram recebidos por José Goldemberg, presidente da Fapesp, e Carlos Henrique de Brito Cruz, diretor científico da Fundação.

Também estiveram presentes Phillip Trella, assistente da vice-presidência da UVA, e Flavio Grynszpan, membro do Conselho Superior de Inovação e Competitividade (Conic) da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Durante o encontro foram feitas apresentações sobre as diversas áreas de pesquisa em que a UVA se destaca, como saúde e engenharia, e a complexidade em termos de ensino e pesquisa que tem dado ênfase à internacionalização da universidade. Atualmente, a UVA recebe alunos de 147 países.

“O Brasil é um País extenso, com uma economia diversificada e boas universidades, o que o torna especialmente atraente em termos de parceria também para a pesquisa”, disse Parrish.

Com foco em graduação, a UVA busca desenvolver estudos aprofundados em parceria não apenas nas áreas de Artes e Humanidades, em que se destaca, mas também na área de neurociências, envolvendo doenças como Alzheimer, Parkinson e distrofias musculares, além de pesquisas em sustentabilidade, entre outras.

Para Goldemberg, a cooperação em pesquisa é muito benéfica para a ampliação do conhecimento. “A cooperação internacional da Fapesp, incluindo algumas das principais universidades dos Estados Unidos, aumentou muito nos últimos anos, e mesmo quando feita em áreas específicas tem se mostrado bastante profícua”, afirmou.

Para Brito Cruz, que explicou o funcionamento do sistema de ciência e tecnologia do estado de São Paulo, o papel da Fapesp no financiamento à pesquisa em todas as áreas do conhecimento é um diferencial a ser considerado em um futuro acordo com a universidade norte-americana. “Podemos encontrar conexões mais propícias em determinados campos, mas estamos abertos a parcerias para pesquisas em todas as áreas do conhecimento”, disse.

A University of Virginia é uma universidade de pesquisa localizada em Charlottesville, no estado da Virgínia e foi fundada por Thomas Jefferson. Por seu Conselho passaram vários presidentes norte-americanos, como o próprio Jefferson e James Madison, que foram os primeiros reitores da UVA, e James Monroe, que presidia o país na época de fundação da universidade, em 1819.

Com atuação principalmente nas áreas de Saúde e Humanidades, a UVA reúne em seu corpo docente sete vencedores do prêmio Nobel, entre outras distinções.

(Fonte: Fapesp – 03/11/2015)