Notícia

Revista Cenarium online

Fapesp e Sabesp apoiam projetos para modernização do setor de saneamento em São Paulo, com aporte de R$ 11 milhões

Publicado em 04 junho 2021

SÃO PAULO – A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) anunciaram os resultados da 3ª chamada de propostas para apoiar projetos de pesquisa voltados à modernização do setor de saneamento.

Foram selecionados 13 projetos orientados para soluções que ampliem a eficiência operacional do ciclo de saneamento e o desenvolvimento e integração de esforços de inovação e que contribuam para a geração de novos padrões tecnológicos e novos negócios no setor. O aporte de recursos será superior a R$ 11 milhões, divididos entre as duas instituições. “A ampliação da capacitação e da densidade do conhecimento científico e tecnológico em temas de interesse do setor de saneamento é um fator essencial para subsidiar as inovações”, afirma Luiz Eugênio Mello, diretor científico da Fapesp.

Pesquisadores da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP), por exemplo, pretendem utilizar novas tecnologias no desenvolvimento de módulos de ultrafiltração para tratamento de água e esgoto e de equipamentos para a osmose reversa. Já no caso da Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira da Universidade Estadual Paulista (Feis-Unesp), o projeto aprovado prevê a criação de sistema inovador para localizar vazamentos de superfície. Pesquisadores do Instituto de Pesca da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (IP-Apta), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, investigarão metodologia alternativa para quantificação de cianobactérias em mananciais de usos múltiplos.

A lista completa de projetos aprovados está disponível em https://fapesp.br/14939/chamada-fapesp-sabesp-2020-propostas-selecionadas.

A 3a chamada, publicada no âmbito do Acordo de Cooperação para Desenvolvimento Tecnológico assinado pela Falesp e pela Sabesp em 12 de maio de 2009, com vigência por um período de 20 anos, integra o Programa de Apoio à Pesquisa em Parceria para Inovação Tecnológica (Pite). A chamada recebeu, ao todo, 51 projetos que foram analisados por Fapesp, Sabesp e pela assessoria ad hoc.

Projetos aprovados

Ativa-ete: avaliação de tecnologias inovadoras voltadas à remoção de nitrogênio e micropoluentes em ETE
Instituição-sede: Escola de Engenharia Mauá do Instituto Mauá de Tecnologia (EEM-IMT)
Pesquisador responsável: José Alberto Domingues Rodrigues

Desenvolvimento de módulos de ultrafiltração com mebranas de fibra oca de matriz mista, polietersulfona e nanopartículas inorgânicas, para tratamento de água e esgoto
Instituição-sede: Escola Politécnica (Poli-USP)
Pesquisador responsável: José Carlos Mierzwa

Um olhar sobre a qualidade das águas de reservatórios desde 786 km de altitude: Imagens Sentinel 2
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB-USP)
Pesquisador responsável: Marcelo Luiz Martins Pompêo

Desenvolvimento de elementos filtrantes micro/nanoestruturados de carbono e aferidos por métodos cromatográficos e espectrometria de massas para produção de agua potável
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP-USP)
Pesquisador responsável: Jose Mauricio Rosolen

Hidrogéis biodegradáveis e ambientalmente amigáveis para remoção de contaminantes de águas subterrâneas
Instituição-sede: Centro de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas (CECS-UFABC)
Pesquisador responsável: Derval dos Santos Rosa

Desenvolvimento de alternativas tecnológicas para uso de lodo de ETA como matéria-prima para produção de fertilizantes de liberação controlada
Instituição-sede: Embrapa Instrumentação Agropecuária (CNPDIA-Embrapa)
Pesquisador responsável: Cauê Ribeiro de Oliveira

Aplicação de metodologia alternativa para quantificação de cianobactérias em mananciais de usos múltiplos do Estado de São Paulo
Instituição-sede: Instituto de Pesca (IP-APTA)
Pesquisadora responsável: Cacilda Thais Janson Mercante

Determinação de requisitos tecnológicos de adequação das propriedades físico-química de lodos de estação de tratamento de água, para uso benéfico em obras geotécnicas
Instituição-sede: Instituto de Ciência e Tecnologia de São José dos Campos (ICTSJC-Unesp)
Pesquisadora responsável: Fabiana Alves Fiore Pinto

Otimização da concepção e da operação de sistemas de tratamento de esgoto por lodo ativado para futuras instalações de recuperação de recursos hídricos
Instituição-sede: Centro de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas (CECS-UFABC)
Pesquisador responsável: Rodrigo de Freitas Bueno

LOCVAS – LOCalizador de Vazamento de Superfície
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira (Feis-Unesp)
Pesquisador responsável: Michael John Brennan

Uso combinado de processos físico-fotoeletroquímicos para remoção de substâncias que conferem gosto e odor em água potável
Instituição-sede: Instituto de Ciências Ambientais, Químicas e Farmacêuticas (ICAQF-Unifesp)
Pesquisadora responsável: Christiane de Arruda Rodrigues

Proposta de métodos e ferramentas para avaliação do potencial dos sistemas de recuperação energética na gestão integrada de resíduos sólidos municipais aplicados aos municípios de Santo André e Itaquaquecetuba
Instituição-sede: Centro de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas (CECS-UFABC)
Pesquisadora responsável: Juliana Tófano de Campos Leite Toneli

Inovação para Equipamentos de Osmose Reversa
Instituição-sede: Escola Politécnica (Poli-USP)
Pesquisador responsável: René Peter Schneider

Com informações da Agência Fapesp

Essa notícia também repercutiu nos veículos:
Tubão Portal da Universidade Federal de São Paulo Instituto de Pesca Quimiweb