Notícia

Terra

Fapesp e Michigan assinam acordo para apoiar pesquisas

Publicado em 24 setembro 2012

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e a Universidade de Michigan (U-M), em Ann Arbor (EUA), irão destinar até US$ 20 mil por ano, pelo prazo máximo de dois anos, a cada um dos projetos de pesquisa aprovados pelas duas instituições no âmbito do acordo de cooperação, que será anunciado nesta terça-feira. Os projetos apoiados, em qualquer área do conhecimento, serão selecionados a partir do encerramento da Chamada de Propostas que será divulgada ainda em 2012. O acordo será assinado pela reitora da U-M, Mary Sue Coleman, e pelo presidente da Fapesp, Celso Lafer.

A colaboração entre pesquisadores apoiados pela Fapesp e da Universidade de Michigan tem ocorrido em diferentes projetos, como no Flora Brasiliensis Revisitada, por exemplo, que fez a atualização da nomenclatura do mais completo levantamento da flora brasileira realizado entre 1840 e 1906 pelo biólogo alemão Carl Philipp von Martius; e em projeto na área de ecologia, desenvolvido por cientistas do Instituto de Biologia da Unicamp e da U-M por meio do Programa Catalyzing New International Collaborations (Catalisando Novas Colaborações Internacionais), estabelecido em 2011 entre a Fundação e a National Science Foundation (NSF), a agência federal americana de fomento à ciência.

A U-M também é uma das 11 instituições participantes do Programa Piloto de Estágio de Iniciação Científica nos Estados Unidos na área de Química, que tem apoio da FAPESP, NSF e universidades do Estado de São Paulo para apoio a reuniões científicas e desenvolvimento de redes com objetivo de coordenar a elaboração de propostas competitivas de pesquisa. 

Com informações da Agência Fapesp