Notícia

Gestão C&T

Fapesp divulga balanço e apresenta orçamento recorde de mais de R$ 520 milhões

Publicado em 10 dezembro 2007

No ano passado, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) investiu R$ 521,83 milhões no fomento à pesquisa científica e tecnológica do Estado de São Paulo. O valor, que foi o maior da história da fundação, foi divulgado hoje (10) no relatório de atividades 2006.

De acordo com a publicação, o orçamento recorde superou em 8,33% o de 2005. O relatório destaca o crescimento com os investimentos em bolsas regulares e auxílios regulares, que tiveram um aumento de 16,50% e 13,06%, respectivamente se comparados com os dados de 2005.

O documento condiciona a expansão ao apoio à pesquisa científica e tecnológica à estabilidade macroeconômica, que permitiu o repasse de recursos do governo estadual à fundação. Cerca de 75% da receita da fundação, ou seja, R$ R$ 463,47 milhões são compostos com recursos do governo de São Paulo.

De acordo com o relatório, o aumento do repasse estadual compensou a redução das transferências de recursos federais à Fapesp no âmbito dos convênios com o CNPq e Finep para o desenvolvimento de programas federais em São Paulo.

A maior parte dos recursos investidos pela fundação é para os chamados auxílios reguladores, que envolvem o apoio a projetos de pesquisas, vindas de pesquisadores ao país, publicações científicas e outras ações. A Fapesp investiu 42,89% de seu orçamento neste tipo de programa. Já a pesquisa para inovação tecnológica recebeu 13,86% do total de recursos investidos em 2006.


Programas especiais

O relatório ainda traz os valos destinados aos programas especiais Equipamentos Multiusuários e Apoio a Jovens Pesquisadores, que receberam juntos mais de R$ 43 milhões.  Outros R$ 46 milhões foram investidos nos programas de pesquisa para inovação tecnológica, Pesquisa Inovativa na Pequena e Micro Empresa (Pipe) e Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepid).

"Os valores refletem as muitas vertentes da preocupação e atuação da fundação: infra-estrutura de pesquisa, com a garantia aos laboratórios da disponibilização de equipamentos de ponta; formação de novas lideranças científicas em centros emergentes; pesquisa tecnológica; e o fortalecimento de centros de excelência para a realização de pesquisa em nível internacional para o avanço do conhecimento e, simultaneamente, para a sua aplicação, em diversas áreas", diz o documento.


Recursos

Em 2006, a Fapesp ainda investiu R$ 42,87 milhões no Apoio à Infra-Estrutura de Pesquisa do Estado de São Paulo; R$ 8,19 milhões no Apoio à Pesquisa em Políticas Públicas; R$ 4,48 milhões no Apoio à Pesquisa em Parceria para Inovação Tecnológica; e R$ 27,0 milhões no Apoio à Pesquisa para Inovação Tecnológica em Pequena e Micro Empresa.


Sistema

O relatório destaca também as ações de continuidade da implantação do sistema de informatização das atividades da Fapesp, por meio do Sistema de Apoio a Gestão (SAGe). Esse sistema permite que os projetos analisados pela fundação, desde sua apresentação até o despacho final sejam feitos por meio eletrônico.