Notícia

Pindavale

FAPESP convida solicitantes para avaliar Programa de Bolsas

Publicado em 12 março 2012

Agência FAPESP - Mais de 3 mil respostas já foram recebidas pela avaliação de impactos do Programa de Bolsas da FAPESP até o dia 6 de março. A avaliação vem sendo feita pela Diretoria Científica da FAPESP com apoio do Grupo de Estudos sobre Organização da Pesquisa e da Inovação (Geopi) do Departamento de Política Científica e Tecnológica do Instituto de Geociências da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

"Esta avaliação contribuirá em muito para o aperfeiçoamento contínuo de Programas da FAPESP e fornecerá elementos para uma análise detalhada dos benefícios que os programas da Fundação vêm trazendo à sociedade", disse Carlos Henrique de Brito Cruz, diretor científico da FAPESP.

A avaliação de impactos envolve três programas: BIOTA, Equipamentos Multiusuários e Bolsas. Na avaliação do Programa de Bolsas são convidados a responder à pesquisa todos os que solicitaram Bolsa de Iniciação Científica, Mestrado, Doutorado ou Doutorado Direto à FAPESP no período compreendido entre 1995 e 2009, tendo sido a solicitação concedida ou denegada.

"Um dos objetivos é mapear a trajetória de formação acadêmica e profissional dos participantes da pesquisa. Cabe ressaltar que a presente avaliação não diz respeito aos processos vigentes nem às solicitações para concessão de bolsas ou auxílios ou a outros processos que estejam em andamento na FAPESP", destacou Marilda Solon Teixeira Bottesi, assessora especial da Diretoria Científica da FAPESP.

No caso dos programas BIOTA e Equipamentos Multiusuários, a fase de coleta dos dados já foi encerrada. Para avaliação do BIOTA, foram convidados a participar da pesquisa os coordenadores de projetos com temática relacionada à biodiversidade, financiados pela FAPESP entre o período de 1998 a 2009, inseridos ou não no âmbito do BIOTA.

Em relação ao programa Equipamentos Multiusuários, a pesquisa abrangeu as solicitações concedidas e denegadas pelo programa no período de 1998 a 2009.

"Em ambos os casos, a pesquisa obteve uma taxa de resposta significativa, o que deve garantir uma boa identificação e mensuração de resultados e impactos dos programas", disse Sérgio Salles, coordenador do Geopi.

Para validação e/ou atualização dos contatos dos respondentes das avaliações, foram enviadas mensagens em janeiro e fevereiro, solicitando a confirmação de seus endereços eletrônicos. "Foi sugerida, ainda, a atualização do currículo dos pesquisadores na plataforma Lattes, uma vez que essa fonte servirá de base para o preenchimento de partes dos questionários de avaliação", disse Salles.

"A FAPESP destaca que o sigilo das informações fornecidas será absolutamente respeitado. Os dados somente serão divulgados em condições que não permitam a identificação individualizada das respostas dos participantes", disse Bottesi.

Dúvidas e esclarecimentos sobre a participação na pesquisa de avaliação de impacto dos programas podem ser obtidas pelo e-mail avaliacaodeprogramas@fapesp.br. Os participantes que preferirem podem entrar em contato com Camila Zeitoum, Luiza Maria Capanema, Luiz Vazzolér, Fábio Rocha ou Taís Herig, pelos telefones: (19) 3521-5124 ou (19) 9601-3770.

Autor: Jornalismo AgoraVale