Notícia

Destak Jornal

Fapesp autoriza continuidade do Baladaboa

Publicado em 05 julho 2007

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) voltou atrás  e liberou ontem o financiamento do projeto Baladaboa.

As verbas para a pesquisa, que inclui a distribuição de panfletos explicando como consumir ecstasy de maneira menos prejudicial à saúde, ha viam sido suspensas no dia 18 de junho, após reportagens sobre os flyers O material era distribuído em casas noturnas onde é notório o uso de ecstasy.

A finalidade da pesquisa é avaliar o impacto de programas de redução de danos com usuários de ecstasy. "O objetivo desta autorização é permitir que as pesquisadoras responsáveis possam dar conclusão ao projeto, realizando a análise quantitativa e a avaliação estatística das informações coletadas na pesquisa", diz a nota da Fapesp. Além da entidade, a iniciativa é apoiada pelo Laboratório de Psico farmacologia da USP. Um abaixo-assinado com cerca de 800 assinaturas defendia re tomada do projeto.