Notícia

IDG Now!

FAPESP aprova novo financiamento para internet em órgãos de pesquisa

Publicado em 14 maio 2007

São Paulo - Novo modelo da fundação custeará Rede ANSP de órgãos de pesquisa com 1% do valor da concessão inicial oferecida no ano anterior.

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) aprovou um novo modelo de financiamento da sua Rede ANSP (Academic Network at São Paulo) para custear parcialmente o acesso à internet de órgãos de pesquisa.

O custeio à infra-estrutura de telecomunicações das instituições, feito junto aos próprios órgãos de pesquisa, será implementado por meio de uma Reserva Técnica Institucional para Conectividade à Rede ANSP,

A Reserva corresponde a 1% do valor da concessão inicial aos Projetos de Auxílio Regular, Projetos Temáticos, Cepid, Tidia, Jovens Pesquisadores, Bolsas de Mestrado e de Doutorado, aprovados para a instituição no ano anterior.

As normas para o investimento foram aprovadas pelo Conselho Técnico-Administrativo da FAPESP, em reunião realizada em 2 de maio de 2007.

A utilização dos recursos será dedicada a itens especificados e justificados em um Plano Anual de Aplicação da Reserva Técnica para Conectividade à ANSP, que deverá ser aprovado pelo órgão colegiado da instituição responsável pela área de informática e conectividade.

O processo, contudo, somente será aberto nos casos em que o montante acumulado no ano anterior para essa modalidade de Reserva Técnica seja igual ou superior a R$ 10 mil.