Notícia

Jornal da Ciência online

Fapesp anuncia chamadas com as FAPs da Bahia e do Pará

Publicado em 25 outubro 2019

Por Agência FAPESP

Iniciativa visa fortalecer as redes de pesquisa colaborativa, contribuindo para o avanço do conhecimento científico e tecnológico nos estados e no País. As inscrições podem ser feitas até 8 de novembro

A Fapesp lançou duas chamadas de propostas em parceria com a Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas do Estado do Pará (Fapespa) e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb). A iniciativa visa fomentar colaborações bilaterais entre pesquisadores, a exemplo de acordos já firmados entre a Fapesp e Fundações de Amparo à Pesquisa (FAPs) de diversos estados.

As oportunidades têm por objetivo fortalecer as redes de pesquisa colaborativa entre São Paulo e as fundações parceiras em prol de iniciativas conjuntas que contribuam para o avanço do conhecimento científico e tecnológico nos respectivos estados e no Brasil.

As chamadas apoiarão projetos elaborados conjuntamente por dois pesquisadores responsáveis – no caso, um de São Paulo e o outro vinculado a instituições e universidades baianas e paraenses – com duração máxima de 24 meses. A Fapesp investirá um máximo de R$ 200 mil para cada projeto selecionado.

A chamada de propostas com a Fapespa abrange as áreas de Engenharia/Tecnologia; Ciências Biológicas e da Saúde; Ciências Humanas, Sociais e Educação; Poluição, Controle e Qualidade do Ar Atmosférico e Meio Ambiente. As inscrições podem ser feitas até 8 de novembro de 2019. A chamada está publicada em: www.fapesp.br/13580.

A chamada com a Fapesb engloba três áreas – TI/Comunicação, Energias Renováveis e Eficiência Energética. As inscrições podem ser feitas até 10 de novembro de 2019. A chamada está publicada em: www.fapesp.br/13581.

Na Fapesp, as propostas tramitarão de acordo com as regras e condições da modalidade Auxílio à Pesquisa – Regular (APR). Podem submeter propostas nestas chamadas pesquisadores considerados elegíveis conforme as normas da modalidade APR, inclusive aqueles que sejam beneficiários (Pesquisadores Responsáveis ou Principais) de projetos vigentes na Fapesp nas modalidades Auxílio à Pesquisa – Projeto Temático, PITE (Programa de Apoio à Pesquisa em Parceria para Inovação Tecnológica), CEPID (Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão) e, excepcionalmente, nas modalidades APR ou JP (Auxílio à Pesquisa – Jovens Pesquisadores). Em todos os casos, deve ser incluída uma justificativa para a simultaneidade.