Notícia

Celulose Online

FAPESP amplia em R$ 15 milhões recursos para pesquisas em pequenas empresas

Publicado em 06 julho 2016

06/07/2016 – Uma chamada de propostas para apoiar pesquisas tecnológicas em microempresas e empresas de pequeno porte no Estado de São Paulo está aberta até 1º de agosto, com valor total de R$ 15 milhões disponibilizados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP).

 

Serão financiados projetos de pesquisa em todas as áreas do conhecimento, voltados para o desenvolvimento de produtos, processos e serviços. Para obter o apoio, a pesquisa científica e/ou tecnológica aprovada deve ser executada em microempresas e empresas de pequeno porte, com até 250 empregados, sediadas no Estado de São Paulo.

 

Para orientar e tirar dúvidas de interessados em apresentar propostas, no próximo dia 29 de junho acontece a terceira edição em 2016 do encontro Diálogo sobre Apoio à Pesquisa para Inovação na Pequena Empresa, das 9h00 às 12h00, na sede da FAPESP, em São Paulo.

 

No encontro, profissionais das áreas técnica e científica da Fundação vão orientar e tirar dúvidas de representantes de empresas interessadas em apresentar ao Programa PIPE projetos com potencial de alcançar resultados inovadores.

 

O encontro é uma oportunidade para que os interessados entendam as características do programa e possam aproveitar o prazo para inscrever seus projetos no 3º Ciclo de Análise de Propostas. Um dos diferenciais do PIPE é que mesmo empresas ainda não constituídas formalmente podem apresentar propostas, na condição de “empresa a constituir”.

 

Os projetos de pesquisa selecionados deverão ser desenvolvidos por pesquisadores que tenham vínculo empregatício com as empresas proponentes ou que estejam associados a elas para sua realização.

 

Outra característica importante do PIPE é que o pesquisador responsável deverá demonstrar conhecimento e competência técnica no tema do projeto, mas não precisa apresentar nenhum título formal, seja de graduação ou pós-graduação.

 

As propostas podem ser desenvolvidas em duas etapas. Primeiro, é preciso demonstrar a viabilidade tecnológica do produto ou processo proposto. Esta é a chamada Fase 1, para a qual os recursos aos projetos aprovados chegam a R$ 200 mil, para uso em até 9 meses. Na chamada Fase 2, o projeto pode receber até R$ 1 milhão para desenvolver o produto ou processo inovador, com prazo de até 24 meses.

 

Os projetos podem ser inscritos em qualquer uma das fases do Programa, exclusivamente por meio eletrônico, pelo Sistema de Apoio a Gestão (SAGe), no site da FAPESP. Até a data limite de 1º de agosto, as propostas podem ser corrigidas e ressubmetidas para análise ainda neste 3º Ciclo, que terá o resultado dos projetos aprovados divulgado em 30 de novembro de 2016.

 

O encontro na sede da Fundação é realizado em parceria com o Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp), com a Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras (Anpei) e com o Sindicato da Micro e Pequena Indústria do Estado de São Paulo (SIMPI).

 

Para se inscrever no evento, gratuito, basta acessar o endereço www.fapesp.br/eventos/dialogo32016/inscricao. Informações sobre a Chamada de Propostas constam da página www.fapesp.br/pipe/chamada-3-2016. Mais informações sobre o PIPE estão disponíveis em www.fapesp.br/pipe

 

CeluloseOnline