Notícia

Jornal do Brasil

Faperj

Publicado em 20 outubro 1995

Como professores e pesquisadores do Programa de Engenharia Civil da Coppe/UFRJ estamos escrevendo a esse jornal para manifestar nossa preocupação com a atual situação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj). Temos verificado que, ao contrário do que vem ocorrendo em outros estados como São Paulo (Fapesp) e Minas Gerais (Fapemg), onde as fundações de amparo à pesquisa têm uma situação de destaque, o Rio de Janeiro continua dependendo quase que exclusivamente dos recursos federais, apesar das promessas de campanha e da expectativa criada no início do atual governo estadual. Nos parece incoerente que no momento em que se desenvolve uma ação conjunta para a recuperação de nosso estado, ao invés de serem incrementados os incentivos para Ciência e Tecnologia, seja a Faperj colocada em situação de virtual insolvência em contradição nítida com os preceitos da Constituição do Rio de Janeiro, Professores Marcio Almeida e Eduardo M.R. Fairbairn, coordenador e vice-coordenador do Programa de Engenharia Civil da Coppe/UFRJ, mais 32 assinaturas - Rio de Janeiro.