Notícia

Planeta Universitário

FAPERJ firma memorando de entendimento com a Irlanda

Publicado em 27 fevereiro 2015

Para aprofundar a colaboração em ciência, tecnologia e inovação, a Fundação de Ciências da Irlanda (Science Foundation Ireland - SFI) e a FAPERJ firmaram, nesta segunda-feira, 23 de fevereiro, um memorando de entendimento, em que se reconhece o papel fundamental dessa colaboração entre as agências de fomento. O acordo assinado entre o presidente da FAPERJ, Augusto C. Raupp, e o diretor geral da SFI, Mark Ferguson, resultará, ainda este ano, no lançamento de um edital.

A assinatura do documento teve lugar durante a realização da I Semana da Ciência Brasil-Irlanda, que acontece até esta quinta-feira, 26 de fevereiro, na capital irlandesa. Presidentes de agências de fomento à pesquisa e representantes da indústria e mais de 80 pesquisadores brasileiros sêniores – dentre os quais 25 de instituições de ensino superior e de pesquisa fluminenses, financiados pela FAPERJ – estão no Dublin Castle, na capital irlandesa, para o evento, que tem como tema “Pesquisa Colaborativa para um Futuro Melhor”.

Nesses três dias, palestras e painéis em curso debateram assuntos como a perspectiva europeia sobre cooperações com o Brasil, o papel dos centros de pesquisa irlandeses no sucesso de investigações internacionais e como aplicar o resultado de pesquisas científicas no mercado brasileiro. Também houve apresentação de pôsteres, lançamento de livro, sessões de networking e até mesmo visitas a laboratórios.

“Ao reunir pesquisadores, instituições de ensino, agências de fomento, representantes da indústria e gestores públicos, a semana é uma oportunidade importante para aprofundar relações e identificar novas possibilidades de parcerias relevantes num panorama global em constante evolução”, afirma Raupp. Para ele, tanto o governo do estado do Rio de Janeiro quanto a comunidade científica fluminense dividem o desafio comum de construir uma sociedade mais justa e mais próspera, motivo pelo qual o acordo cobre áreas estratégicas para o desenvolvimento do estado. Nesse sentido, o memorando facilitará tanto o apoio da FAPERJ a grupos de pesquisa no estado do Rio de Janeiro, quanto o da SFI a pesquisadores de universidades irlandesas vinculadas ao consórcio Research Brazil Ireland. As pesquisas conjuntas serão desenvolvidas nos seguintes temas: Tecnologia da Informação e Comunicação; Materiais Avançados e Nanotecnologia; Energia e Agroprodução Sustentáveis; Biofarmacêutica, Biotecnologia e Saúde; e Ciências Ambientais.

“O intercâmbio de pesquisadores beneficia o País. Estamos particularmente interessados em biotecnologia, que é uma área de pesquisa prioritária também para a Irlanda. E temos certeza de que o novo acordo trará benefícios aos dois países”, fala o presidente da Fundação.

Para o diretor Científico da FAPERJ, Jerson Lima Silva, o acordo firmado esta semana entre FAPERJ e a SFI reafirma os esforços da nossa instituição em internacionalizar seus programas e desenvolver parcerias para estudos científicos e suas aplicações. "O apoio da FAPERJ a este tipo de acordo resultará em uma comunidade científica estadual cada vez mais fortalecida, a partir de conhecimentos compartilhados com pesquisadores das mais importantes instituições de pesquisa mundiais. Estamos muito entusiasmados com a perspectiva de lançamento de um edital bilateral FAPERJ/SFI ainda este ano", diz Lima Silva. Os projetos aprovados serão custeados da seguinte forma: na Irlanda, as equipes serão financiadas pela SFI; enquanto a FAPERJ ficará responsável pelos custos das equipes de pesquisa fluminenses.

A Irlanda é vista como referência em termos de aproximação entre academia e indústria, com reputação de formar profissionais bem qualificados, o que seria resultado em parte de incentivos e de programas de estágio integrados aos cursos de educação superior. “Nossos pesquisadores tiveram a ocasião de discutir e trocar experiências com os irlandeses. Esse tipo de evento é uma excelente oportunidade para o avanço da colaboração científica internacional", comenta o diretor Científico da Fundação.

Além do presidente da FAPERJ, Augusto C. Raupp, e do diretor geral da SFI, Mark Ferguson, e pesquisadores dos dois países, participaram do encontro o presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), Celso Lafer; o presidente do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), Sergio Gargioni; assim como o secretário de Pesquisa e Inovação da Irlanda, Damien English; o chefe da Unidade Américas da União Europeia, Robert Burmanjer. Além deles, também compareceram Afonso José Sena Cardoso, embaixador do Brasil na Irlanda; e Brian Glynn, embaixador da Irlanda no Brasil.

Assessoria de Comunicação FAPERJ