Notícia

Agência C&T (MCTI)

Fapemig discute metodologia para avaliação de projetos

Publicado em 27 junho 2008

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig) recebe nesta segunda-feira (30), às 9h, o especialista da Unicamp, André Tosi Furtado, que fará uma palestra sobre avaliação de projetos. A iniciativa vem ao encontro do atual momento da Fapemig, em que a importância da avaliação está em foco.

A palestra será a base de um workshop fechado, com a participação de funcionários e convidados, entre eles os coordenadores das câmaras de avaliação da Fapemig e todos os membros da câmara do Programa de Capacitação de Recursos Humanos (PCRH). Recentemente, o Departamento de Avaliação (DAV) da instituição, criado pela Lei Delegada nº 138 (25/01/07), iniciou suas atividades e apresentou uma proposta de metodologia a ser seguida na avaliação dos projetos de pesquisa financiados pela Fundação.

Furtado falará ao grupo de trabalho sobre sua experiência e dará sugestões para aprimorar o modelo criado na primeira etapa de estruturação do Departamento de Avaliação da fundação mineira. As discussões e informações trocadas no workshop orientarão a segunda etapa de criação de uma metodologia para avaliação de resultados de projetos de pesquisa.

"Trata-se de outro avanço da administração da  Fapemig, pois é um fato inusitado estabelecer indicadores de aferição dos produtos alcançados pelos programas que a política de C,T &I do Governo estadual definem para o avanço do Estado de Minas Gerais e necessitam ser quantificados", disse o presidente da Fundação, José Geraldo de Freitas Drumond.

A primeira etapa de estruturação do departamento recebeu a consultoria da assessora técnica da Divisão de Avaliação da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (Fapergs), Marilene Guidini. Durante um mês, a consultora atuou na Fapemig, compartilhando sua experiência na área de avaliação de projetos e na formação de convênios. "Um dos pontos mais discutidos e cobrados das fundações de fomento à pesquisa são os critérios para avaliação das iniciativas financiadas, por isso, eles são tão relevantes", disse a consultora.

Referência

O palestrante André Tosi Furtado é reconhecido pela extensa experiência na área de avaliação de programas e projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação. Foi consultor da Fapesp em 1998 e 1999, quando desenvolveu o trabalho intitulado "Avaliação do Impacto das Atividades da Fapesp no Estado de São Paulo".

 Furtado atua na área de Economia e atualmente é professor da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Concluiu o doutorado em Ciências Econômicas, pela Universidade de Paris I (Pantheon-Sorbonne), publicou mais de 40 artigos em periódicos especializados e mais de 60 trabalhos em anais de eventos.

 Além disso, publicou um livro e participou com a redação de capítulos em vários outros; foi co-autor de diversos trabalhos, participou de eventos no Brasil e no exterior, além de ter orientado várias dissertações e teses na área de Economia.