Notícia

Correio Braziliense online

Famerp agoniza com falta de dinheiro até para o giz

Publicado em 15 outubro 2011

Por Raul Marques
A falta de verba e a carência de professores e funcionários técnicos e administrativos são os principais motivos que fazem a Faculdade de Medicina de Rio Preto (Famerp) funcionar de forma precária. Uma das instituições de ensino mais respeitadas do Brasil, a Famerp tem prédios em péssimo estado de conservação, com infiltração, rachaduras e forro caindo, não tem dinheiro para comprar o básico, como giz, açúcar, café e papel higiênico, e não consegue concluir a construção do biotério e de laboratórios. A situação pode [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.