Notícia

Jornal de Piracicaba

Falta qualificação no Brasil

Publicado em 17 janeiro 2008

Situação faz com que multinacionais criem centros de pesquisa em outros países como a Índia

 
A mão-de-obra dos trabalhadores da indústria brasileira é comparável, em termos qualitativos, à de países desenvolvidos, como Estados Unidos e Alemanha. Por outro lado, o país apresenta forte escassez de mão-de-obra qualificada. Isso pode ser um fator determinante para que as multinacionais estrangeiras instaladas no Brasil optem por transferir ou criar centros de pesquisa e desenvolvimento (P&D) em outros países considerados emergentes, como Índia e China.

Essa é uma das conclusões do Projeto Políticas de Desenvolvimento de Atividades Tecnológicas em Filiais Brasileiras de Multinacionais, concluído no fim do ano passado e coordenado pelo Departamento de Política Científica e Tecnológica da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), com a participação de pesquisadores da USP (Universidade de São Paulo) e da Unesp (Universidade Estadual Paulista).

O objetivo do trabalho, apoiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), no âmbito do Programa de Pesquisas em Políticas Públicas, realizado em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento do Estado, era identificar os principais entraves à atração de filiais de empresas multinacionais ao Brasil, principalmente no que diz respeito à realização de atividades de P&D em território nacional.

Durante dois anos, os pesquisadores entrevistaram, em duas etapas, representantes de dezenas de filiais de multinacionais instaladas no Brasil.