Notícia

Jornal da Cidade (Bauru, SP)

Faculdade faz 15 anos e amplia cursos

Publicado em 13 dezembro 2013

As Faculdades Integradas de Bauru (FIB) completaram 15 anos em 2013 com a marca de 2,5 mil alunos matriculados, cerca de 200 professores e 18 cursos já instalados. Para o próximo ano, a intenção é ampliar o número de cursos para 28, sendo que seis deles já estão aprovados pelo Ministério da Educação. Uma das únicas instituições de ensino superior genuinamente bauruenses, a Fffi é administrada por José Augusto Vieira (Dudu) Ranieri e seus quatro filhos, Chiara, Giovanna, Bruna e José Ranieri Neto. A família

possui tradição de 80 anos de atuação em Bauru no ramo educacional, iniciada com a fundação do Liceu Noroeste. Em 1998, Dudu inaugurou a FIB, desde o início comandada juntamente com Chiara e Neto. “Na época, a Bruna e a Giovanna eram estudantes do ensino médio. Elas se formaram na FIB e hoje são, respectivamente, diretora financeira e diretora de recursos humanos da instituição”, comenta Chiara. Inicialmente, a FIB funcionou em um prédio pequeno da região central de Bauru. Com o aumento da demanda de alunos, logo foi transferida para uma área de 24 alqueires, no Jardim Ferraz, pertencente à família. “Nos tomamos uma instituição muito sólida.

E, como estamos em uma grande área, temos todas as condições de ampliar nossas atividades”, garante Chiara. Além de cursos técnicos, de bacharelado e licenciatura, a FIB também oferece cursos de pós-graduação lato sensu (especialização) . Para o aperfeiçoamento do trabalho dos estagiários em fisioterapia, atende a comunidade gratuitamente na clínica do curso, que promove cerca de 2 mil atendimentos por ano. Da mesma forma o laboratório de análises clinicas do curso de biomedicina realiza exame, também gratuitos, para abrigados em entidades assistenciais da cidade, como a Associação Beneficente Cristã (Paiva). Aos alunos, a FIB garante inúmeras opções de subsídios para o custeio das mensalidades, tais como o Programa de Financiamento Estudantil (Fies) e o Programa Universidade para todos (Prouni). Há ainda o programa Escola da Família, em que o governo do estado e a instituição garantem bolsa integral ao estudando de baixa renda. Outra possibilidade é o Educa Mais Brasil, em que empresas custeiam bolsas de até 50% para pessoas que desejam se profissionalizar em áreas de interesse para o mercado.

“Por uma iniciativa da FIB, também garantimos bolsa integral para atletas de alto rendimento. Temos convênio com equipes de basquete, judô, futsal e natação”, enumera o diretor administrativo da instituição, José Ranieri Neto. Entre as atividades de pesquisa da unidade, Chiara enumera a publicação periódica de uma revista científica, realização de jornadas científicas e manutenção de alunos bolsistas pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).