Notícia

UNICAMP - Universidade Estadual de Campinas

Faculdade de Ciências Médicas recepciona dois professores visitantes

Publicado em 15 março 2011

A Faculdade de Ciências Médicas (FCM) recebeu na segunda feira (14) dois professores visitantes, o tobaguiano Alan Hazell e o francês François Artiguenave, que irão desenvolver atividades de ensino e pesquisa na unidade. Ambos vieram trabalhar na Universidade através do Programa Professor Visitante, cujo objetivo é atrair pesquisadores estrangeiros ou brasileiros que estejam no exterior para atuarem na Unicamp. Doutor em Neurologia pela McGill University (Canadá), Alan Hazell irá trabalhar no departamento de Neurociências da FCM.

Hazell é professor assistente do Departamento de Medicina da Universidade de Montreal desde 2000, ano em que também assumiu a posição de pesquisador associado no Hospital do Sagrado Coração — o maior centro de trauma da cidade canadense. Natural de Trinidad e Tobago, uma das principais motivações do professor para vir assumir o cargo de professor visitante na Unicamp foi o fato de desenvolver suas pesquisas em um país em desenvolvimento. "A minha maior meta durante esse programa é estabelecer novas estratégicas terapêuticas que vão beneficiar as pessoas de sérias doenças neurológicas. Não foi difícil tomar a decisão de trabalhar no país quando me foi oferecida a oportunidade".

O professor François Artiguenave, que desde 2006 dirige o Laboratório de Bioinformática do Genoscope - Centre National de Seuqençage, na França, participará da implantação de um laboratório nas áreas de genômica, proteômica e biologia celular na FCM. Doutor em biologia molecular pela Université Paris V René Descartes (França), Artiguenave já atuou como cientista visitante da Fundação Oswaldo Cruz, em Belo Horizonte por dois anos, e desde então, procurava outra oportunidade para retornar ao país. "A possibilidade de trabalhar na Unicamp me dá a chance de atuar em colaboração com pesquisadores qualificados em um meio favorável à pesquisa, especialmente na minha especialidade, que se encontra na fronteira entre a matemática, ciência da computação e biologia, a bioinformática".

Segundo o coordenador do programa, o pró-reitor de Pesquisa professor Ronaldo Aloise Pilli, os novos docentes trazem para cá suas experiências de colaboração e captação de recursos no âmbito internacional. "A procura por docentes em atividade no exterior com sólida experiência de docência e pesquisa, iniciada no final de 2009, deverá trazer benefícios imediatos à Universidade. Eles também terão assegurada a possibilidade de apresentarem projetos de pesquisa à Fapesp".

De outubro de 2009 a outubro de 2010, 240 currículos de pesquisadores foram enviados à Universidade, em resposta aos sete anúncios publicados em revistas científicas de grande circulação. O professor Fernando Cendes, chefe do departamento de neurologia da FCM, destaca que a vinda dos professores estabelecerá um canal direto com as instituições de ensino dos professores. "Será possível que se abra uma porta de interação com o exterior. O trabalho dos professores vai ajudar a estabelecer redes de colaboração, possibilitando que no futuro os alunos da Unicamp façam estágios nessas universidades, além de estimular os alunos a praticarem a linguagem científica em inglês".

Antes dos dois professores, a Unicamp já recepcionou Mario Antonio Bernal Rodriguez, que atualmente está lecionando no Instituto de Física Gleb Wataghin (IFGW). O quarto candidato, o brasileiro Paulo Martins, convidado para assumir a posição de professor visitante na Faculdade de Tecnologia (FT), inicia suas atividades em novembro.

A Pró-reitoria de Pesquisa está disponibilizando aos diretores das unidades um site com novos currículos recebidos de candidatos a partir de dezembro de 2010, que até agora, somam mais de 160, e voltou a publicar anúncios em revistas científicas.