Notícia

Centralx

Extrato de jabuticaba previne pré-diabetes e esteatose hepática em camundongos alimentados com alto teor de gordura

Publicado em 13 agosto 2019

Estudo realizado por pesquisadores do Instituto de Biologia (IB) da Unicamp teve o objetivo de investigar o efeito do extrato de jabuticaba no fígado1 e no metabolismo2 de camundongos envelhecidos e alimentados com uma dieta de alto teor de gordura3.

Os resultados do estudo, apoiado pela FAPESP, foram publicados no Journal of Functional Foods e mostram que o extrato de jabuticaba possui alto teor fenólico e atividade antioxidante, melhora a sensibilidade à insulina4, reduz o colesterol5 total e LDL6 e melhora o colesterol5 HDL7 e também reduz a esteatose hepática8 e a inflamação9. Assim, constatou-se que ele foi capaz de prevenir a pré-diabetes10 e o aumento do acúmulo de gordura3 no fígado1.

Camundongos FVB machos foram distribuídos da seguinte forma, para avaliar os efeitos dose-dependentes do extrato de casca de jabuticaba:

YG (jovem; 3 meses de idade) AG (envelhecido; 11 meses) HfAG (envelhecido + dieta hiperlipídica) JAGI (envelhecido + 2,9gPJE/Kg) JAGII (envelhecido + 5,8gPJE/Kg) HfJAGI (envelhecido + dieta hiperlipídica + 2,9gPJE/Kg) HfJAGII (envelhecido + dieta hiperlipídica + 5,8gPJE/Kg)

O extrato patenteado de casca de jabuticaba (PJE) mostrou uma atividade antioxidante potente e alto teor de compostos bioativos. Ambas as doses de PJE impediram o ganho de peso, a dislipidemia e a hiperglicemia11, reduziram o nível de COX-2 e melhoraram os níveis de colesterol5 HDL7, de substrato do receptor insulínico 1 (pIRS-1) e de receptor ativado por proliferadores de peroxissoma gama (PPAR?) em camundongos envelhecidos e alimentados com alto teor de gordura3.

Apenas o HfJAGII apresentou menor nível de TNFa, resistência à insulina12 e intolerância à glicose13 em relação ao HfAG. Considerando o envelhecimento, o PJE preveniu dislipidemia e hiperglicemia11, reduziu o TNFa, além de aumentar os níveis de pIRS-1 e PPAR? e restaurar a estrutura hepática14 em camundongos idosos.

Assim, a capacidade de modulação anti-inflamatória, hipoglicêmica e lipídica do PJE preveniu a pré-diabetes10 e a doença hepática14 gordurosa não alcoólica (DHGNA) neste modelo, sendo indicado como terapia potencial para prevenir distúrbios hepáticos e metabólicos associados à obesidade15, diabetes16 e ao envelhecimento.