Notícia

Farol News

Exercício combate infecção e pode melhorar resposta vacinal

Publicado em 01 setembro 2020

Entre as muitas estratégias não farmacológicas supostamente capazes de fortalecer o sistema imune, o exercício é de longe a que mais encontra amparo científico. Graças aos avanços da Imunologia do Exercício — disciplina que estuda as adaptações imunológicas induzidas pelo esforço — compreendemos melhor como a atividade física combate infecções.

A cada sessão de exercícios, bilhões de células imunes são mobilizadas, especialmente as que exercem as funções de reconhecer e matar patógenos — uma delas denominada “natural killer”, em referência a sua vocação fisiológica contra invasores.

Esse exército de células migra de compartimentos vasculares, baço e medula óssea e circula pelo sangue até atingir órgãos mais susceptíveis à invasão de antígenos, como o intestino e os pulmões. O frequente vaivém de células combatentes – prontamente acionadas pela sirene do exercício – é o que garante o estado de patrulha contra agentes infecciosos, a que chamamos de imunovigilância.

Além de montar uma barricada de enfrentamento a patógenos, o exercício deflagra uma estratégia de resistência à infecção, coordenada pelas citocinas. Secretadas pelos músculos ativos, essas substâncias direcionam o tráfego de células imunes rumo às áreas de infecção e sinalizam a produção de novas células de defesa.

Por fim, sabemos que o exercício regular atenua as concentrações de cortisol – o hormônio do estresse –, que pode se elevar com o isolamento e o sedentarismo e prejudicar funções críticas do sistema imune, como a ação antiviral.

É incerto se (ou como) a atividade física combate especificamente o SARS-coV-2, porém estudos sugerem que o exercício alivia outras infecções. Em camundongos infectados por influenza, por exemplo, o exercício reduz a mortalidade.

Astronautas com melhor capacidade física enviados à missão espacial – condição que deprime a imunidade – sofrem menos com a reativação de herpesvirus, um indicativo de melhor resposta imune global; e apresentam reduzido número de cópias de DNA viral, o que lhes conferiria menor chance de infectar terceiros.

Recentemente, cientistas brasileiros financiados pela Fapesp (sob o risco de rapinagem pelo abjeto PL 529/2020 de João Dória) demonstraram que a irisina – hormônio produzido pelo exercício – modula a expressão de genes que podem reduzir a replicação do SARS-coV-2 em células de gordura cultivadas em laboratório. Os autores especulam que novos fármacos à base de irisina são promissores. Poderíamos dizer o mesmo sobre o exercício, um booster natural do sistema imune?

Também alvissareiro é o potencial da atividade física em incrementar a resposta vacinal.

Pessoas fisicamente ativas vacinadas para influenza apresentam maior elevação de anticorpos em níveis protetores (ou soroproteção) do que as inativas. O exercício também pode melhorar a popularizada imunidade celular (mediada pelos linfócitos T) à vacinação, ao menos em roedores. Num cenário em que as primeiras vacinas para a Covid-19 poderão ser apenas parcialmente eficazes, a atividade física emerge como um potencial “adjuvante comportamental” capaz de salientar o efeito do imunizante.

Se confirmada, essa hipótese seria especialmente relevante a idosos e obesos – grupos de risco à Covid-19 que, como sabemos, desenvolvem resposta imune menos robusta a algumas vacinas. Eis o impasse: ambos os grupos estão (não coincidentemente?) entre os mais refratários à atividade física. Reduzir o sedentarismo dessas populações é tarefa árdua, porém cada vez mais fundamental.

Fonte: Bruno Gualano é professor da Faculdade de Medicina da USP. Fisiologista, conduz estudos sobre promoção de estilo de vida saudável para populações clínicas. / Via Folha de S.Paulo

O post Exercício combate infecção e pode melhorar resposta vacinal apareceu primeiro em Farol News.

Essa notícia também repercutiu nos veículos:
Estadão.com Portal R7 UOL O Estado de S. Paulo UOL G1 Correio Braziliense online Jornal de Piracicaba Correio Braziliense Jovem Pan Folha.com IstoÉ online Terra Folha Vitória online Galileu online Folha do ABC online Consecti - Conselho Nacional de Secretários Estaduais para Assuntos de CT&I Mundo e Meio Jornal Alerta Jornal Opção (Goiânia, GO) online Jornal da Ciência online Terra Biblioteca FMUSP Portal da Enfermagem Atemporal TV Jornal MSN Central das Notícias Refugo NewsBeezer Leia Notícias Blog Jornal da Mulher EdsonVidigal.com O Sul online Folha Regional MS online PB Agora Algomais online Portal Pinzón LabNetwork MSN O Sul Acontece Botucatu Rádio Piratininga 750 AM Top Stories Brazil Tropical FM 99 Revista Amazônia Olhar Digital Dom Total Portal do Zacarias Revista Go Outside online Agência 14 News Notícias Botucatu Portal do Governo do Estado de São Paulo Gazeta de S. Paulo online A Província do Pará Estrela Guia News Mercado Fitness (Argentina) Leia Já Jornal O Coletivo Saber Atualizado ID News Diário do Rio Claro Fato Amazônico BandMulti Público A O Hoje (Goiânia, GO) online Paraíba Total Jornal Cidade - Rio Claro O Londrinense ICTQ - Instituto de Ciência, Tecnologia e Qualidade Bonfim Notícias Coluna Italo outrosquinhentos.com Pfarma Tatame online Notícias do Dia Post TV TV do Povo Terra LANCE! Votunews Terra TV Alesp Infomed - Centro Provincial de Información de Ciencias Médicas Matanzas (Cuba) Jornal Detaque Regional Revista Amazônia Machadinho Online Revista Atenção Rádio Santa Cruz Jornal Regional