Notícia

Jornal do Brasil

Excesso de peso eleva risco de câncer

Publicado em 09 outubro 2009

Pelo menos 124 mil novos casos de câncer em 2008 na Europa podem ter sido causados pelo excesso de peso, segundo pesquisa da Universidade de Manchester.

Resultados do trabalho foram apresentados no maior encontro sobre câncer na Europa, que reuniu o 15° Congresso da Organização Europeia do Câncer e o 34° Congresso da Sociedade Europeia de Oncologia Médica, realizado no fim do mês passado na Alemanha.

O autor principal do estudo, Andrew Renehan, da Universidade de Manchester, e cientistas de Reino Unido, Holanda e Suíça criaram um modelo para estimar a proporção de cânceres que podem ser atribuídos ao peso corporal excessivo em 30 países europeus.

Usando dados de um numero de fontes, entre as quais a Organização Mundial da Saúde, os pesquisadores estimaram que em 2002 (o ano mais recente para o qual há estatísticas confiáveis da incidência de câncer na Europa) houve mais de 70 mil novos casos do câncer atribuíveis ao IMC excessivo de um total de quase 2,2 milhões de novos diagnósticos da doença nos países analisados.

O estudo indicou que os números de cânceres que podem ser atribuídos ao peso excessivo aumentaram ano a ano até chegar aos 124.050 em 2008. Dos novos casos de doença, 8,6% em mulheres e 3,2% em homens podem ser atribuídos à obesidade ou sobrepeso.

O maior número de novos casos de doença relacionados ao excesso de peso ficou com o câncer endometrial (33.421), câncer de mama pós-menopausa (27.770) e câncer colorretal (23.730). Os três tipos responderam por 65% de todos os cânceres atribuíveis ao IMC excessivo.

— E provável que os números sejam, de fato, muito mais altos -disse Renehan.

Da Agência Fapesp