Notícia

DCI online

Ex-aluno do ICMC cria firma no Reino Unido

Publicado em 11 fevereiro 2016

Por Bete Cervi

Ribeirão Preto e Região - Rafael Libardi, ex-aluno do ICMC da USP de São Carlos (Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação), está desde dezembro empenhado em desenvolver sua startup, a UkkoBox, cuja sede está instalada em uma incubadora de empresas e aceleradora europeia especializada em cybersegurança, situada em Londres, na Inglaterra.

Apoiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e orientado pelo professor Julio Cesar Estrella, do Laboratório de Sistemas Distribuídos e Programação Concorrente (LaSDPC), Libardi estudou questões de segurança na internet, enxergou que a área tinha potencial e poderia gerar um novo negócio. Foi isso que levou à criação da UkkoBox, uma startup criada com dois sócios, Paul Ngum, que cuida dos negócios, e Edgard Regolão, publicitário e designer. A startup também conta com dois programadores.

O objetivo principal da UkkoBox é assegurar segurança e privacidade aos usuários ao armazenar arquivos na internet. O ex-aluno, que se formou em Sistemas de Informação no ICMC, conta que a empresa se diferencia da maioria dos serviços de proteção de dados, os quais só criptografam os documentos, transformando-os em códigos: "Nós dividimos os arquivos em partes e as enviamos para diferentes provedores. Eles podem até mesmo ficar em países distintos". Libardi diz que a vantagem de utilizar o processo de dispersão é que, se um hacker conseguir acessar um desses pedaços dos arquivos, não haverá qualquer risco de obter as informações ali contidas.

"Com certeza, a formação que obtive no ICMC contribuiu desenvolver minha empresa, não só pelo conhecimento técnico que adquiri, mas também pelas iniciativas de fomento ao empreendedorismo dentro da universidade, como por exemplo o Clube de Empreendedorismo da USP", diz o ex-aluno. Outra oportunidade que surgiu para Libardi enquanto estudava no Instituto foi a possibilidade de participar do primeiro programa de aceleração de startups realizado dentro da USP, o Disrupt. Dos 117 projetos inscritos, apenas 15 foram escolhidos e entre eles estava a UkkoBox.

Ao participar do Programa, a empresa recebeu instruções da aceleradora Startup Farm: "Eles nos ofereceram espaço, aulas de negócio, técnicas de relacionamento com clientes, além de mentorias com grandes investidores e empresários de multinacionais".

Em 2015, a UkkoBox foi uma das 6 finalistas na Visa Innovation Exchange, em Tel-Aviv (Israel). Durante o evento, Libardi foi convidado por Howard Elsey, gerente da Visa Europe Collab, para receber uma nova aceleração para sua empresa, desta vez na Cyber London.