Notícia

Jornal da USP online

Evento on-line discute rumo dos novos centros brasileiros de Inteligência Artificial

Publicado em 23 junho 2021

Por Redação

Promovido pelo Centro de Inteligência Artificial, encontro apresenta oportunidades para quem atua ou deseja atuar na área; transmissão on-line será nesta quinta-feira, a partir das 17 horas

Discutir os rumos da Inteligência Artificial no Brasil com coordenadores de seis novos centros de pesquisa voltados a fomentar o desenvolvimento da área no país. Esse é o objetivo da mesa-redonda on-line Inteligência Artificial em Foco: Centros Brasileiros de Inteligência Artificial, que acontecerá nesta quinta-feira, 24 de junho, a partir das 17 horas.

Promovida pelo Centro de Inteligência Artificial (C4AI) e transmitida pelo canal do Centro no Youtube, a mesa-redonda é aberta a todos os interessados, gratuita, e não demanda inscrições prévias. Além do coordenador do C4AI, professor Fábio Cozman, participarão do debate mais seis pesquisadores.

Entre eles está o professor André de Carvalho, vice-diretor do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, que falará sobre as atividades a serem desenvolvidas no Centro de Pesquisa Aplicada em Inteligência Artificial Recriando Ambientes (Iara). Coordenada por Carvalho, o objetivo da iniciativa, que terá sede no ICMC, é fomentar o surgimento de cidades inteligentes no Brasil e no exterior, com foco em cinco aspectos: educação, mobilidade, meio ambiente, saúde e cibersegurança.

O Iara é um dos seis novos centros de Inteligência Artificial anunciados em maio como resultado de uma chamada lançada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e pelo Comitê Gestor da Internet (GCI.br). Assim como o professor Carvalho, os coordenadores dos demais centros também participarão da mesa-redonda.

Um deles é o professor Virgílio de Almeida, responsável por esta outra proposta aprovada na chamada: o Centro de Inovação em Inteligência Artificial para a Saúde (CIIA-Saúde), que será sediado no Instituto de Ciências Exatas da Universidade Federal de Minas Gerais. A iniciativa é destinada à prevenção e qualidade de vida; diagnóstico, prognóstico e rastreamento de doenças; medicina terapêutica; gestão de saúde; epidemias e desastres.

Outro convidado é o professor João Romano, coordenador do Brazilian Institute of Data Science (BIOS), que terá sede na Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação da Unicamp. Nesse caso, o foco será nas áreas de diagnósticos médicos voltados à saúde da mulher e agricultura de precisão, otimização do uso de recursos agrícolas, entre outras.

Também participará da iniciativa o professor Antônio José da Silva Neto, do Centro de Excelência em Pesquisa Aplicada em Inteligência Artificial para a Indústria, que será sediado no Senai/Cimatec da Bahia. A meta desse centro é implementar uma plataforma digital aberta de ciência de dados e Inteligência Artificial para a indústria 4.0.

A mesa-redonda contará ainda com a presença do professor Jefferson de Oliveira Gomes, do Centro de Pesquisa Aplicada em Inteligência Artificial para a Evolução das Indústrias para o Padrão 4.0, que terá sede no Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT). Esse centro terá foco em monitoramento e controle em tempo real, interoperabilidade e integração de cadeias, sistemas autônomos, robótica e máquinas-ferramentas.

Para completar a lista de convidados, o professor Francisco Rodrigo Porto Cavalcanti estará presente para explicar como funcionará o Centro de Referência em Inteligência Artificial (Cereia), que será sediado na Universidade Federal do Ceará. O foco da iniciativa é desenvolver projetos de Internet das Coisas (IoT), big data e transformação digital, voltados à prevenção, diagnóstico e tratamento de doenças.

Já a mediação do evento ficará a cargo do professor Roberto Marcondes Cesar Junior, do Instituto de Matemática e Estatística (IME) da USP,  que coordena o programa Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão (Cepid) da Fapesp.

Presença no cenário da Inteligência Artificial mundial

O C4AI é um Centro de Pesquisa em Engenharia constituído pela Fapesp e pela empresa IBM, com sede no Centro de Inovação da USP (Inova USP), em São Paulo, e tem como um de seus polos o ICMC. Anunciado no final de 2019, o C4AI tem realizado diversas atividades on-line para fomentar o debate sobre o cenário da Inteligência Artificial no Brasil e no mundo.

“Todos os eventos on-line que estamos promovendo são ótimas oportunidades para quem atua ou deseja atuar no campo da Inteligência Artificial. No caso da mesa-redonda com os novos centros, vale lembrar que essas iniciativas certamente farão chamadas para bolsas e pesquisadores em um futuro breve. E isso vai movimentar muito essa área de conhecimento no nosso país”, finaliza Fernando Osório, professor do ICMC e coordenador de Difusão do C4AI.

Texto: Denise Casatti – Assessoria de Comunicação do ICMC/USP

Essa notícia também repercutiu nos veículos:
São Carlos Agora