Notícia

TM - Tecnologia de Materiais

Evento debate degradação de estruturas de concreto na UFSCar

Publicado em 21 agosto 2018

De 22 a 24 de agosto, acontece na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) o 3º Encontro Luso-Brasileiro de Degradação em Estruturas de Concreto – Degrada 2018. O evento terá mais de uma centena de pesquisadores. Estão programadas 15 sessões técnicas, dois minicursos e seis palestras ministradas por convidados do Brasil e de Portugal. Serão abordados, dentre outros temas, os mecanismos de degradação, prevenção e mitigação da degradação, métodos de inspeção e monitoramento, materiais e técnicas de reabilitação de estruturas e caracterização de materiais e estruturas com interesse histórico.

A palestra de abertura, no dia 22, às 10h30, abordará o incêndio e queda do edifício Wilton Paes de Almeida, no Centro da cidade de São Paulo, em maio deste ano. Paulo Helene, Professor Titular do Departamento de Engenharia de Construção Civil, da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP), irá discutir as prováveis razões do colapso da estrutura de concreto armado do edifício inaugurado na década de 1960, visando inclusive pensar em medidas preventivas para outros prédios em situações similares e, assim, evitar os riscos às pessoas que ocupam vários desses edifícios e à vizinhança.

O prazo para submissão de trabalhos está encerrado, mas as inscrições no evento ainda podem ser realizadas no site www.degrada2018.ufscar.br, onde também está a programação completa. O evento acontece no Campus São Carlos da UFSCar. A realização é do Departamento de Engenharia Civil (DECiv) e do Programa de Pós-Graduação em Estruturas e Construção Civil (PPGECiv), com apoio da Associação Brasileira de Cimento Portland; da Associação Brasileira de Patologia das Construções (Alconpat Brasil); do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes); da Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de São Carlos (Aeasc); do grupo do Programa de Educação Tutorial de Engenharia Civil (PET Civil) da UFSCar; da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp); do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo (CREA-SP); e do Instituto Brasileiro do Concreto (Ibracon).