Notícia

Secretaria do Meio Ambiente (SP)

Evento abordará a relação entre a saúde humana e a do planeta

Publicado em 23 setembro 2015

Não se pode negar que os avanços na área da medicina, o surgimento das vacinas, a melhoria das técnicas de saneamento, a evolução tecnológica, entre outras conquistas, contribuíram muito para a melhoria da saúde humana e para o aumento da expectativa de vida. No entanto, a contínua e acelerada degradação dos ecossistemas, consequência do desenvolvimento humano, põe em risco a saúde da presentes e futura gerações.

 

Nesse contexto, será realizado na USP, no dia 24 de setembro, o painel “Planetary health: a challenge for public health”. O evento é organizado pela Pró-Reitoria de Pesquisa da Universidade de São Paulo (USP), pelo Secretariado da Convenção sobre Diversidade Biológica (CDB) e pelo Núcleo de Pesquisa em Biodiversidade e Computação da USP (BioComp), em colaboração com a Organização Mundial de Saúde (OMS) e com The Rockefeller Foundation-Lancet Commission on Planetary Health.

 

Dois relatórios globais foram lançados recentemente abordando a relação entre a saúde do planeta e a saúde humana, com um alerta para a necessidade de providências urgentes para que a situação seja revertida. São eles: “Safeguarding human health in the Anthropocene epoch”, produzido pela The Rockefeller Foundation–Lancet Commission on Planetary Health e ‘Connecting Global Priorities: Biodiversity and Human Health’, resultado de uma parceria entre a OMS e a CDB.

 

O painel será uma oportunidade para apresentar esses trabalhos ao público brasileiro e para fomentar o debate, junto com especialistas no assunto no contexto paulista e nacional, sobre como suas organizações podem se engajar e que ações podem ser propostas para abordar a problemática.

 

Assim, um dos objetivos do encontro é discutir um plano de ação integrado para a saúde dos ecossistemas, a saúde humana e a saúde planetária. Na ocasião, será formada uma rede de especialistas e de instituições brasileiras para fazerem parte desta iniciativa internacional intersetorial e interdisciplinar.

 

Entre os palestrantes e debatedores, estão Cristina Azevedo (secretária adjunta do Meio Ambiente do Estado de São Paulo), Braulio Dias (CDB/ONU), Andy Haines (The Rockefeller Foundation-Lancet Comissiono n Planetary Health, London School of Hygiene and Tropical Medicine), José Goldemberg (FAPESP), Flavio Alvares (Hospital Sírio-Libanês), Luiz Vicente Rizzo (Hospital Albert Einstein) e Paulo Saldiva (Faculdade de Medicina da USP).

 

As vagas para participar do painel são limitadas e as inscrições podem ser realizadas no site www.biocomp.org.br . Os inscritos são fortemente estimulados a ler previamente os relatórios, pois o principal objetivo do painel é gerar uma discussão produtiva em torno do assunto.

Os relatórios

 

Os dois relatórios, que podem ser baixados nos links abaixo, chamam atenção para a necessidade de ação imediata quanto aos cuidados com a saúde do planeta, antes que limites irreversíveis sejam ultrapassados.

 

O “Safeguarding human health in the Anthropocene epoch”, mostra como a contínua degradação dos sistemas naturais ameaça reverter os ganhos de saúde obtidos ao longo do século passado. Em suma, nós teríamos comprometido a saúde das gerações futuras para permitir que tivéssemos avanços em termos econômicos e de desenvolvimento no presente.

 

O relatório “Connecting Global Priorities: Biodiversity and Human Health”, faz uma relação entre biodiversidade, ecossistemas e saúde humana, considerando interações em vários níveis, abrangendo do microbiano ao global. Examina a relação entre a saúde ecossistêmica e a emergência de doenças como o Ebola e faz conexões entre biodiversidade, diversidade nutricional e saúde. Investiga os impactos decorrentes da perda da biodiversidade, da degradação dos ecossistemas, dos problemas de saúde pública, e as limitações do modelo econômico predominante e as pressões decorrentes dele.

Serviço

Painel “Planetary health: a challenge for public health”

24 de setembro de 2015, das 9h às 12h

Local: Auditório Prof. Fadigas Fontes Torres, da Superintendência de Tecnologia da Informação, STI – USP

Av. Professor Luciano Gualberto, Travessa 3, número 71.

Butantã, São Paulo, SP

Vagas limitadas. Inscrições no site www.biocomp.org.br

Apoio: Escola Politécnica da USP, Instituto de Biociências da USP, Instituto de Estudos Avançados da USP

Haverá transmissão ao vivo por IPTV-USP (o link estará disponível em www.biocomp.org.br)

 

 

Texto: Anna Karla Moura