Notícia

Anba - Agência de Notícias Brasil-Árabe

EUA têm fundos de pesquisa para brasileiros e árabes

Publicado em 02 janeiro 2016

São Paulo - O PEER (Partnerships for Enhanced Engagement in Research), programa administrado pela Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos (NAS), abriu uma chamada para que pesquisadores de países em desenvolvimento submetam projetos para o recebimento de fundos da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID). Brasil, Egito, Jordânia, Líbano, Marrocos e Tunísia estão entre os países elegíveis para receber financiamento.

 

O programa apoiará projetos com duração de um a três anos e o financiamento poderá variar entre US$ 40 mil e US$ 100 mil por ano. As submissões de propostas ao PEER serão feitas em duas fases: pré-propostas, com prazo até 15 de janeiro de 2016, e proposta completa, até 15 de abril de 2016.

 

Para o Brasil, o interesse do PEER é em financiar projetos que visem a conservação da diversidade da Amazônia. Segundo o site do programa, os projetos devem identificar ameaças à biodiversidade, como desmatamento, expansão da área agrícola e mudanças climáticas, e propor soluções de conservação para o monitoramento da biodiversidade.

 

Já para Egito, Jordânia, Líbano, Marrocos e Tunísia, o programa busca apoiar projetos voltados à prevenção, detecção e cura de doenças no Oriente Médio. O maior interesse do PEER para estes países é em projetos voltados às populações deslocadas, como os refugiados provenientes dos conflitos na Síria e no Iraque.

 

A Tunísia é o único país árabe para o qual o programa tem um interesse extra além dos projetos na área de saúde. Para a nação do Norte da África, o PEER também busca projetos que visem o empoderamento das novas gerações, expandido as áreas de ciência e tecnologia.

 

O principal interesse do programa na Tunísia é no financiamento de projetos que envolvam biotecnologia aplicada à saúde e ciências agrícolas, projetos sobre energia renovável e questões de desenvolvimento sustentável e na área de tecnologia da informação e comunicação.

 

Os candidatos ao apoio devem ter projetos em parceria com um dos seguintes parceiros norte-americanos: National Aeronautics and Space Administration (Nasa); National Institutes of Health (NIH); National Oceanic and Atmospheric Administration (NOAA); National Science Foundation (NSF); USDA Agricultural Research Service; USDA Forest Service; USDA National Institute of Food and Agriculture; United States Geological Survey (USGS); Smithsonian Institution; General Electric GE; National Instruments Corporation NI.

 

Mais informações sobre o programa estão disponíveis nos seguintes links:

 

Brasil: http://sites.nationalacademies.org/PGA/PEER/PGA_152146

Egito, Jordânia, Líbano, Marrocos e Tunísia: http://sites.nationalacademies.org/PGA/PEER/PGA_168438

Tunísia: http://sites.nationalacademies.org/PGA/PEER/PGA_168442

*Com informações da Agência Fapesp