Notícia

Comércio da Franca

Etanol: crise e oportunidade

Publicado em 16 junho 2013

Por Wilson Marini

Nos últimos cinco anos, Monsanto, Syngenta. Centro de Tecnologia Canavieira (CTC), Odebrecht Agroindustrial e outras empresas de grande porte ampliaram investimentos em pesquisas utilizando melhoramento genético para obtenção de novas variedades de cana-de-açúcar ou tentando encontrar alternativas para a produção de etanol a partir do bagaço que sobra da planta. O assunto é tema de reportagem na revista Pesquisa de junho, editada pela Fundação de Amparo para a Pesqusa do Estado de São Paulo (Fapesp). As iniciativas coincidem com a crise da produção de cana-de-açúcar enfrentada pelo setor sucroenergético desde 2008. devido a crise irternacional de crédito, problemas climáticos entre 2009 e 2011 e a política de preços da gasolina.