Notícia

Jornal da Unesp

Estudos de produtos naturais são premiados

Publicado em 01 novembro 2013

Por Daniel Patire

Dois alunos de doutorado do Instituto de Química (IQ), Câmpus de Araraquara, foram os vencedores na categoria Melhor Abordagem Metabolômica, em trabalhos apresentados em pôsteres na 129ª Conferência Internacional de Estudos Omics. O anúncio foi feito no dia 4 de agosto, em Orlando, na Flórida (EUA), onde ocorreu o evento.

O primeiro lugar foi para o trabalho de Fausto Carnevale Neto, intitulado “Metabolômica como ferramenta para pesquisas anticâncer a partir de produtos naturais”. E Rafael Teixeira Freire obteve o segundo lugar com o pôster “Investigação dos parâmetros de análises de RMN [Ressonância Magnética Nuclear], por um Matlab made-up GUI (interface de usuário guia), em um banco de dados in-house”. Ambos os doutorandos são orientados pelo professor Ian Castro - Gamboa, do IQ.

A partir da análise qualitativa e quantitativa da composição molecular de um organismo, a metabolômica permite a explicação dos processos biológicos, por meio da avaliação das respostas metabólicas para a geração de substâncias de interesse medicinal e para controle de pragas em lavouras, entre outras atividades.

Os trabalhos integram as pesquisas realizadas pelos professores e estudantes do Núcleo de Bioensaios, Biossíntese e Ecofisiologia de Produtos Naturais (NuBBE), e recebem financiamento da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

O trabalho de Carnevale Neto foi feito no IQ e também na Universidade de Washington, Seattle (EUA), com a orientação do professor Daniel Rafftery. Da mesma forma, Freire desenvolveu seus estudos nos laboratórios do IQ e na Universidade da Flórida, em Gainesville (EUA), com o professor Arthur Edison. Para seus estudos, Freire utilizou ainda o banco de dados das amostras analisadas em RMN feitas no NuBBE.