Notícia

UNOESTE - Universidade do Oeste Paulista

Estudo visa prevenção da diarreia infantil

Publicado em 12 agosto 2013

Uma pesquisa da Unoeste testa três prebióticos, que poderão ser usados na alimentação de crianças, visando prevenir a diarreia. Essa doença é, junto à pneumonia, uma das que mais matam pessoas com até 5 anos e, de acordo com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e a Organização Mundial da Saúde (OMS), 2 milhões morrem ao ano por essas causas.

Serão desenvolvidos dois estudos: o primeiro “in vitro, no qual o produto será adicionado à Escherichia coli [bactéria associada à diarreia], colhida das amostras de fezes de crianças internadas no Hospital Regional de Presidente Prudente”; e o segundo serão “experimentos in vivo, no qual os produtos irão reagir no trato digestório de ratos”, fala o coordenador da pesquisa e professor da Unoeste, Dr. Hermann Bremer Neto. Depois será necessário realizar testes em crianças.

A infraestrutura da Unoeste será aproveitada amplamente, especialmente o Biotério e laboratórios do Hospital Veterinário, todos no campus II. “Quando o projeto é submetido à Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), um dos pré-requisitos é que a instituição proponente entre com a contrapartida. Não tem como fazer pesquisa sem ter estrutura física, equipamentos e associação de professores, técnicos e alunos”, acentua Bremer Neto. O projeto foi proposto pela graduação em Medicina, na área da Medicina Preventiva, e também envolve os cursos de Ciências Biológicas (bacharelado), Fisioterapia, Medicina Veterinária e o mestrado em Ciência Animal. A pesquisa foi iniciada em maio deste ano e está prevista para ser concluída em 2015.

Ainda há participação da USP, da Unesp e financiamento pela Fapesp, com auxílio de cerca de R$ 100 mil. Marina Janine Gomes, acadêmica de Biológicas na Unoeste, é uma das bolsistas. “Além da experiência teórica e prática, a pesquisa servirá como base para o meu futuro, já que quero continuar nessa área depois de me formar”, diz a aluna do 4º termo. O Dr. Rogerio Giuffrida, professor de Veterinária na Unoeste e um dos pesquisadores associados, acredita que a atuação conjunta reforça o papel da Unoeste como polo de pesquisa em saúde. “A pesquisa multiprofissional e interinstitucional favorece o aprendizado dos pesquisadores pela troca de experiências, amplia a aplicação dos conhecimentos gerados e contribui para a formação de equipes mais sólidas e preparadas”.

Prebióticos – São alimentos fermentados no intestino grosso e que estimulam, de forma seletiva, a ação de bactérias benéficas à flora intestinal. Fonte: Associação Brasileira da Indústria de Alimentos para Fins Especiais e Congêneres (Abiad)