Notícia

Saense

Estudo verifica conjectura para calcular interação entre glúons

Publicado em 16 agosto 2021

Em amarelo estão representados os glúons, partículas portadoras da força forte, atuando entre os quarks para mantê-los unidos dentro do próton e do nêutron [1]

A força nuclear forte, a principal força entre prótons e nêutrons no interior dos núcleos atômicos, é mediada por partículas chamada glúons. Descritas pela teoria da cromodinâmica quântica (QCD, em inglês), o cálculo exato das amplitudes das interações entre os glúons ainda é um problema em aberto na física moderna. Pesquisadores do Instituto Sul-Americano para Pesquisa Fundamental (ICTP-SAIFR) e do Instituto de Física Teórica da UNESP (IFT-UNESP) descobriram como calcular essas amplitudes em uma versão simplificada da QCD.

Os físicos Carlos Bercini, Vasco Gonçalves e Pedro Vieira, publicaram o resultado em março na revista Physical Review Letters. Eles estudaram uma versão simplificada da QCD, conhecida como N=4 Super Yang Mills. “Nessa QCD simplificada foi conjecturado que a amplitude da interação entre glúons é dual a outro objeto”, Bercini explica no vídeo. “Dual significa que dois objetos diferentes são na realidade a mesma coisa ou possuem a mesma descrição. A amplitude de seis glúons é dual a interação de três objetos com spin.”

“Nesse trabalho fomos capazes de usar as propriedades dessa QCD simplificada para verificar a conjectura da dualidade e construir a função de correlação”, diz o físico. “Isso é importante porque uma das maneiras de avançar em física é descobrir descrições complementares para o mesmo objeto.”

A pesquisa teve apoio financeiro da CAPES e da FAPESP.

Artigo científico

Light-Cone Bootstrap of Higher Point Functions and Wilson Loop Duality

Carlos Bercini, Vasco Gonçalves e Pedro Vieira

Phys. Rev. Lett. 126, 121603 – 26 de março de 2021

[1] Ilustração: Beatriz Abdalla/Jornal da USP.

Como citar esta notícia: SBF. Estudo verifica conjectura para calcular interação entre glúons. Saense. https://saense.com.br/2021/08/estudo-verifica-conjectura-para-calcular-interacao-entre-gluons/. Publicado em 16 de agosto (2021).