Notícia

Biblioteca FMUSP

Estudo sobre pressão intracraniana busca voluntários de 25 a 60 anos, saudáveis e praticantes de atividade física regular

Publicado em 24 fevereiro 2021

Agência FAPESP* – Uma pesquisa de doutorado desenvolvida no Programa de Pós-Graduação em Fisioterapia da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) busca voluntários para caracterizar curvas de normalidade da pressão intracraniana não invasiva em adultos e idosos.

O estudo é realizado pela doutoranda Gabriela Nagai Ocamoto, com bolsa da FAPESP, sob orientação de Thiago Luiz Russo, docente do Departamento de Fisioterapia da UFSCar.

A pesquisa utiliza tecnologia desenvolvida pela empresa Brain4care, por meio de um projeto apoiado pelo Programa Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE) da FAPESP. A ferramenta propiciou muitos avanços para monitorização não invasiva de pressão intracraniana, com impacto na complementação do monitoramento de pacientes internados em ambiente hospitalar.

“As informações que vamos levantar permitirão auxiliar no desenvolvimento de uma referência clara de padrão de normalidade da pressão intracraniana para a comparação com diferentes condições de saúde, como AVC, traumatismo craniano e tumores”, comenta Ocamoto, em entrevista para a Coordenadoria de Comunicação Social da UFSCar.

Estão sendo recrutados voluntários saudáveis, homens ou mulheres, entre 25 e 60 anos, e praticantes de atividade física regular, sem doença prévia como diabetes, pressão alta, colesterol alto. Os voluntários não podem ter sofrido infarto, nem ser fumantes e ter o hábito de ingerir bebidas alcoólicas em grande quantidade.

Os participantes farão exame de sangue, avaliação dos vasos sanguíneos, da atividade cardíaca e da saúde cerebral, gratuitamente. A coleta do exame de sangue será feita em clínica laboratorial de São Carlos e as demais avaliações no Laboratório de Pesquisa em Fisioterapia Neurológica, na área Norte do Campus São Carlos da UFSCar (rod. Washington Luis, km 235, São Carlos, SP).

Em virtude da pandemia da COVID-19, todas as atividades presenciais seguirão padrões de biossegurança, incluindo o fornecimento de equipamentos de proteção individual para voluntários e pesquisadores. Além disso, as pessoas serão orientadas previamente sobre os cuidados necessários nas avaliações. Haverá, também, aferição de temperatura de todos os participantes.

Os interessados devem entrar em contato com a equipe ao longo do mês de março de 2021, pelo e-mail lafinufscar01@gmail.com ou pelos telefones/WhatsApp (16) 98813-9855 (Camila) e (16) 98201-3294 (Gabriela).

*Com informações da Coordenadoria de Comunicação Social da UFSCar .
 

Este texto foi originalmente publicado por Agência FAPESP de acordo com a licença Creative Commons CC-BY-NC-ND. Leia o original aqui.