Notícia

Carbono Brasil

Estudo revela que plásticos oxibiodegradáveis não se decompõem na natureza como esperado

Publicado em 30 outubro 2008

Desafio do milênio – Programa científico irá estudar relação entre o homem e os ecossistemas

 

Os consumidores mais atentos já devem ter notado que certas sacolas plásticas, dessas utilizadas para embalar produtos comprados em supermercados, drogarias e lojas as mais diversas, trazem a informação de que são confeccionadas com plástico oxibiodegradável. Esse tipo de plástico começou a ser produzido no final dos anos 1980 e, segundo seus fabricantes, são ambientalmente corretos porque se decompõem rapidamente na natureza. Com isso minimizariam uma série de riscos ambientais decorrentes do descarte desses produtos, como a impermeabilização do solo e a contaminação de lençóis freáticos. Agora uma pesquisa concluída recentemente por um pesquisador brasileiro mostra que não é bem assim.

Fonte: Pesquisa Fapesp