Notícia

Rede Brasil Atual

Estudo investiga papel de hormônios femininos na proteção contra coronavírus

Publicado em 14 maio 2020

São Paulo – Pesquisadores estão investigando o papel dos estrogênios, os hormônios femininos, na proteção fisiológica contra o coronavírus. A pesquisa é baseada na organização Global Health 50/50, que apontou uma chance maior dos homens morrem por covid-19 do que as mulheres.

De acordo com o estudo internacional, “na maioria dos países, os dados disponíveis indicam que os homens têm 50% mais chances de morrer após o diagnóstico”.

A pesquisa é endossada por estatísticas dos Estados Unidos e por outro trabalho, realizado na China. “O sexo masculino é um fator de risco para pior resultado em pacientes com covid-19, independentemente de idade e suscetibilidade”, aponta a Global Health 50/50.

De acordo o coordenador do projeto no Brasil, Rodrigo Portes Ureshino, professor da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), o Sars-CoV – coronavírus identificado em 2002 – aponta diferença de gênero na infecção e progressão da doença e estrogênios podiam estar associados à maior proteção fisiológica das mulheres.

“Queremos testar se o mesmo ocorre com o SARS-CoV-2, o novo coronavírus, para chegar a compostos com potencial terapêutico”, disse Ureshino à Agência Fapesp.

O docente conta que os testes serão feitos em células de linhagem humanas, partir de uma biblioteca de compostos com atividade estrogênica. “O vírus será cultivado em linhagens celulares que possam suportar a replicação viral, dentre elas células epiteliais alveolares encontradas no tecido pulmonar”, explica ele.

Tags: coronavírus, pesquisa, unifesp