Notícia

Portal Exame

Estudo investiga fenômeno do atrito na escala atômica

Publicado em 13 junho 2017

Por José Tadeu Arantes, da Agência FAPESP
O atrito é um fenômeno praticamente onipresente na vida cotidiana. O ato de caminhar só é possível devido ao atrito entre os pés (ou calçados) e o solo; o sentido do tato depende do atrito entre as mãos (ou demais partes do corpo) e os objetos; e muitos outros exemplos poderiam ser evocados. O estudo macroscópico do atrito remonta a Leonardo da Vinci (1452 – 1519). O polivalente gênio renascentista estabeleceu a “lei natural” que, em linguagem matemática contemporânea, pode ser escrita como F = μ.N, na qual F é a força [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.