Notícia

Antena 1

Estudo internacional revela que ingerimos muitas calorias no Brasil

Publicado em 12 janeiro 2019

Por Letícia Furlan

Um estudo internacional revelou que os restaurantes brasileiros têm exagerado no tamanho das porções dos pratos e na quantidade de calorias. O levantamento foi feito com base em seis países e publicado no British Medical Journal recentemente.

"A nossa conclusão é que precisamos prestar atenção na quantidade de alimento que ingerimos, não só no fast food, mas também em restaurante que serve refeição completa, o prato feito, ou PF", explica Vivian Suen, pesquisadora responsável pelo estudo no Brasil e professora da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. A pesquisa contou com apoio da Fapesp.

E segundo a especialista, o resultado de comer mais calorias que o necessário pode ser ganho de peso e obesidade.

Uma refeição brasileira, segundo a análise , contém em torno de 1200 kcal. O NHS, o serviço de saúde pública da Inglaterra, recomenda que um homem adulto ingira 2500 kcal por dia e uma mulher adulta 2000 kcal. Os PFs brasileiros, portanto, têm cerca de metade da necessidade calórica diária de um homem adulto e 60% de uma mulher adulta.

A pesquisadora ressalta, no entanto, que a quantidade de calorias recomendada varia de pessoa para pessoa, levando em conta seu estilo de vida, saúde, e mesmo o padrão das refeições ao longo do dia.

Mas para a média da população, a recomendação é pedir para os restaurantes diminuírem o tamanho das porções - principalmente a quantidade de arroz. Outra opção é dividir o prato com outra pessoa ou mesmo embrulhar o restante para viagem.

Além do Brasil, a pesquisa foi realizada em Gana, China, Índia, Finlândia e Estados Unidos. Os resultados foram parecidos para todos os países exceto a China. No país asiático, foi encontrada uma maior variedade de refeições com menor valor calórico.