Notícia

JC e-mail

Estudo identifica motores do ciclo da água

Publicado em 01 fevereiro 2007

Estudo publicado na Nature usa dados obtidos pelo satélite Aura e identifica fatores importantes em processos pouco conhecidos que determinam o ciclo hidrológico tropical

O ciclo hidrológico é extremamente importante para o clima terrestre, mas os processos que determinam a umidade atmosférica são pouco conhecidos.
Um estudo agora publicado lança uma nova luz no cenário ao medir a importância de dois fatores: a evaporação de água da chuva e a convecção continental.
Publicada na edição de 1º de fevereiro da revista Nature, o trabalho envolveu a análise de medidas da composição isotópica da água obtidas pelo Espectrômetro de Emissão Troposférica a bordo do satélite de monitoramento climático Aura, da Nasa, a agência espacial norte-americana.
"As medidas da composição isotópica do vapor de água próximo a nuvens tropicais indicam que a evaporação da chuva contribui significativamente para a umidade nas camadas mais baixas da troposfera, com entre 20% e 50% da chuva evaporando próximo a nuvens convectivas [cumulus]", escreveram no artigo.
Os pesquisadores, liderados por John Worden, da Nasa e do Instituto de Tecnologia da Califórnia, ressaltaram também a importância da convecção no ciclo hidrológico tropical.
"A assinatura isotópica do vapor de água na troposfera sobre os continentes tropicais difere significativamente da que ocorre na precipitação, indicando que a convecção de vapor tanto de fontes oceânicas quanto da transpiração do vapor é a fonte predominante da umidade", descreveram.
O ciclo hidrológico é fundamental tanto para a compreensão do clima quanto para o uso de fontes de água doce.
Medidas isotópicas do vapor de água podem ajudar a identificar os caminhos da umidade atmosférica, uma vez que isótopos mais leves tendem a evaporar, enquanto os mais pesados condensam.
A composição isotópica pode ser usada para acompanhar o vapor de água à medida que esse é reciclado pelo sistema.
"Os dados fornecidos por Worden e colegas oferecem um panorama valioso a respeito do ciclo hidrológico global. Compreender todos os aspectos desse ciclo será fundamental à medida em que nos dirigimos rumo a um futuro com clima incerto e no qual a água potável se tornará cada vez mais um recurso precioso", disse Thom Rahn, do Laboratório Nacional de Los Alamos, em comentário sobre o estudo na mesma edição da revista.
O artigo Importance of rain evaporation and continental convection in the tropical water cycle, de John Worden e outros, pode ser lido por assinantes da Nature em http://www.nature.com.

(Agência Fapesp, 1º/2)