Notícia

Valor Econômico online

Estudo identifica correlação entre etanol e particulados

Publicado em 01 agosto 2017

Por Camila Souza Ramos
Um estudo conduzido por pesquisadores brasileiros e um americano identificou uma correlação entre os preços do etanol em São Paulo, em que a maior parte da frota é de carros flex, e a emissão de partículas ultrafinas, que medem até 100 nanômetros. De acordo com o estudo, apoiado no Brasil pela Fapesp, quando os preços do etanol sobem, induzindo cerca de 2 milhões de motoristas na metrópole a substituir o biocombustível pela gasolina em seus tanques, a concentração desse tipo de partícula  crescem em um terço. Por outro [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.