Notícia

Portal Exame

Estudo descreve novo mecanismo de inflamação do ácido úrico

Publicado em 30 maio 2017

Por Maria Fernanda Ziegler, da Agência FAPESP
Tudo é muito rápido, questão de milissegundos. As reações químicas entre o ácido úrico e enzimas presentes na corrente sanguínea são determinantes para desencadear processos inflamatórios que acarretam problemas sérios de saúde, como pedra nos rins, a gota e doenças cardiovasculares como a aterosclerose. Mesmo em concentrações plasmáticas (na parte líquida do sangue) consideradas normais, o ácido úrico pode iniciar uma reação danosa aos tecidos. A descoberta foi feita por cientistas do Centro de Pesquisa em Processos [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.