Notícia

O Serrano online

Estudo da USP associa excesso de iodo na gestação com hipotireoidismo

Publicado em 12 novembro 2013

Resultado de um trabalho de pós-doutorado da USP mostrou que o consumo excessivo de iodo durante o período de gestação e lactação pode tornar a prole mais propensa a sofrer de hipotireoidismo na vida adulta.

O estudo revelou o que acontece no organismo durante uma sobrecarga aguda de iodo e mostrou que o excesso de iodo diminui a expressão e atividade de uma proteína conhecida como NIS, que é responsável por transportar o oligoelemento essencial para a biossíntese de hormônios tireoidianos pelos tireocitos.

De acordo com a pesquisadora, Caroline Serrano do Nascimento, conhecer melhor a forma como a proteína NIS é regulada pelo iodo pode trazer perspectivas terapêuticas interessantes. O trabalho foi realizado com Bolsa da FAPESP e supervisão da professora Maria Tereza Nunes, do ICB-USP (Instituto de Ciências Biomédicas).

Do Portal do Governo do Estado