Notícia

Nordeste News

Estudo da linguagem desvenda a comunicação política brasileira em diferentes dispositivos midiáticos

Publicado em 13 setembro 2016

O conceito de comunicação política é geralmente entendido como um campo tipicamente argumentativo, carregado de intencionalidade: levar o eleitor a votar em determinado candidato ou legenda de um partido.

Para o linguista Roberto Leiser Baronas, a abordagem deve ir além, considerando-o como "um conjunto de saberes e habilidades relativos à antecipação de práticas de retomada, de transformação e de reformulação de seus enunciados e de seus conteúdos", que, ao entrarem em circulação no espaço público, pautam ou antecipam os mais diferentes tipos de debate ou acontecimento político. É o que propõe em Comunicação política brasileira em diferentes dispositivos: uma abordagem discursiva, lançamento da EdUFSCar, com apoio da Fapesp.

Para tanto, ao longo de sete capítulos, Baronas analisa os mais diferentes tipos de enunciados (verbais, visuais e verbo-visuais) da atualidade midiática e política, que marcaram as últimas disputas pelo Palácio do Planalto, respectivamente, as eleições presidenciais de 2002, 2006, 2010 e 2014, nas quais os principais protagonistas foram os candidatos eleitos, Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff. Recorre a materiais de diversos suportes midiáticos, como textos impressos, eletrônicos, fotografias, fotomontagens e charges. 

No primeiro, o foco é o YouTube e seus discursos panfletários, curtos e violentos, que atacam uma instituição ou pessoa. Se, por um lado, dizem o que não se pode dizer na imprensa e na propaganda oficial, por outro, contribuem para a despolitização da política. No capítulo seguinte, o objetivo é traçar um histórico do rosto do ator político Dilma Rousseff nas eleições políticas de 2010 a partir de fotos veiculadas na imprensa. O terceiro busca refletir sobre os sentidos gerados pelas charges, fotomontagens e fotografias de Dilma, veiculadas em blogs, jornais e revistas impressos e on-line.

O quarto capítulo realiza uma discussão de fundo epistemológico para compreender como a mídia dá a ler determinados acontecimentos históricos da política brasileira por meio de textos imagéticos. O capítulo seguinte analisa a repercussão da crítica de Lula em relação a internautas que atacaram nordestinos. O penúltimo segue a mesma linha ao analisar discursivamente a pequena frase "Nunca antes na história deste país". Por fim, Baronas explora um corpus constituído por imagens de Dilma Rousseff advindas de diferentes plataformas discursivas.

A análise dos eventos escolhidos e sua circulação em variados dispositivos midiáticos possibilitam ao leitor um olhar crítico sobre os procedimentos discursivos que visam construir ou desconstruir a imagem do outro, o que leva Baronas a afirmar que "a mídia tem papel decisivo no direcionamento da tomada de posições políticas". 

Sobre o autor – Roberto Leiser Baronas é professor-associado do Departamento de Letras e do Programa de Pós-Graduação em Linguística da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) e de Mestrado em Estudos de Linguagem da Universidade Federal de Mato Grosso. Pela EdUFSCar, já publicou Ensaios em análise de discurso: questões analítico-teóricas e Enunciação aforizante: um estudo discursivo sobre pequenas frases da imprensa cotidiana brasileira.

Título: Comunicação política brasileira em diferentes dispositivos: uma abordagem discursiva
Autor: Roberto Leiser Baronas
Número de páginas: 142
Formato: 14 x 21 cm
Preço: R$ 29,00
ISBN: 978-85-7600-442-4

Mais informações sobre os livros publicados pela EdUFSCar estão disponíveis no sitewww.editora.ufscar.br