Notícia

Portal Exame

Estudo avalia prevalência de hipertensão resistente no país

Publicado em 11 abril 2014

Por Karina Toledo, da Agência FAPESP
São Paulo - Determinar a prevalência da hipertensão resistente na população brasileira e padronizar o tratamento desses pacientes no Sistema Único de Saúde (SUS) são os objetivos de um estudo que vem sendo realizado em 25 hospitais universitários de todo o Brasil sob a coordenação de pesquisadores do Instituto do Coração (InCor) da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP). Uma análise preliminar detectou o problema em 16% dos 1.692 hipertensos avaliados. Os dados foram apresentados por Eduardo Moacyr Krieger, [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.