Notícia

Folha de S. Paulo

Estudo aponta nó da atual política global sobre drogas

Publicado em 12 agosto 2012

Por Fernanda Mena
Os primeiros comprimidos de ecstasy surgiram no Brasil nos anos 1990 associados à chamada cultura clubber -da música eletrônica, das festas e da diversidade sexual. Logo ganhou o sedutor slogan de "droga do amor". Sob os efeitos de seu princípio ativo, o MDMA, o usuário tem o cérebro inundado de serotonina, neurotransmissor responsável pelas sensações de bem-estar e prazer. A euforia e a percepção de comunhão consigo mesmo e com os outros dão lugar, passado o efeito, a uma leve depressão provocada pela baixa do mediador [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.