Notícia

Portal Exame

Estudo alerta para o risco de aquecer o adoçante sucralose

Publicado em 31 maio 2016

Por Karina Toledo, da Agência FAPESP
Um estudo feito na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) revelou que o adoçante artificial sucralose – o mais consumido no mundo e, até agora, considerado pelas agências sanitárias o mais seguro – pode se tornar instável e liberar compostos potencialmente tóxicos ao ser aquecido a 98 ºC. Os resultados do estudo, apoiado pela FAPESP, foram publicados na revista Scientific Reports, do grupo Nature. “Trabalhos anteriores haviam mostrado que a sucralose se degrada em altas temperaturas – não usuais no dia a dia. Porém, [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.