Notícia

São Carlos Agora

Estudantes de Minas Gerais conhecem supercomputador e infraestrutura de rede

Publicado em 21 novembro 2015

Por Henrique Fontes

Esses 15 estudantes viajaram mais de 200 quilômetros desde Inconfidentes, em Minas Gerais, até a capital da tecnologia, especialmente para visitar o Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos. Todos eles são alunos do Instituto Federal do Sul de Minas, campus Inconfidentes, e vieram para conhecer o supercomputador mais rápido instalado em uma universidade do Estado de São Paulo, conhecer a infraestrutura de redes do campus e assistir a palestras.

"Toda oportunidade que nós temos de levar nossos alunos para mostrar de perto a futura profissão e como funcionam as atividades que desenvolverão no mercado é muito importante", conta o professor Alessandro Borges, que coordena o curso de Tecnologia em Redes de Computadores no Instituto Federal e é ex-aluno do ICMC. Ele se graduou em Ciências da Computação e realizou mestrado no Instituto na década de 90.

Na abertura da visita, os estudantes assistiram a uma palestra sobre o Euler, supercomputador financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) e adquirido pelo Centro de Ciências Matemáticas Aplicadas a Indústria (CeMEAI), que possui sede no ICMC. O professor Fabrício de Sousa foi o responsável por contar a história e explicar a importância do equipamento para a realização de pesquisas no Instituto. Durante a palestra, o docente contou o motivo do nome dado ao computador, que homenageia o matemático Leonhard Paul Euler, que trouxe contribuições nas áreas de cálculo, grafos, teoria dos números entre outras.

Sousa explicou, ainda, quais são as configurações da máquina e comparou seu desempenho com laptops convencionais, destacando a alta eficácia do computador, que é o mais rápido instalado em uma universidade paulista. Segundo o professor, o Euler agiliza o processamento de dados para cálculos complexos possibilitando realizar simulações como as de previsão do tempo e de aerodinâmica, por exemplo. O docente mostrou também um ranking com os 500 computadores mais velozes do mundo, ilustrando aos estudantes a potência, o rendimento e o consumo dos principais equipamentos. "Eles estão tendo contato com uma tecnologia de ponta, a visita desses alunos é excelente para a formação deles", afirma Sousa. O aluno Silvino Santos aprovou a experiência: "É bastante construtivo conhecer um equipamento de tal potência".

REDE DA USP

A segunda palestra ficou por conta do chefe da Seção Técnico de Informática do ICMC, Dagoberto Carvalio Júnior. Ele falou sobre o funcionamento do sistema de rede da USP e a necessidade de fornecer um serviço de qualidade para amparar todo o Instituto. Um dos pontos interessantes da palestra foi o tópico da segurança dentro dos serviços online.

Segundo Carvalio, 92% de todos o e-mails que a Universidade recebe são spam e é preciso um cuidado especial para cuidar da situação. "Nós temos que combater o problema diretamente em sua origem para conseguirmos diminuir essa taxa", explica o analista, que também contou como são distribuídos os pontos de acesso à internet no Instituto.

"É interessante ver a complexidade e o quão grande é essa estrutura. Isso é um incentivo para que nós corramos atrás de um emprego em um grande polo", conta o estudante Luiz Carlos Lima. Após o término das palestras, os alunos puderam conhecer de perto o supercomputador Euler, o datacenter e o Museu da Computação do Instituto. "A possibilidade dos alunos acompanharem de perto essa evolução da computação agrega muito ao que eles aprendem em sala de aula", finaliza Borges.

(Assessoria de Comunicação do ICMC/USP)