Notícia

A Cidade On (Campinas, SP)

Estudante de São Carlos descobre método de controle de larvas de Aedes aegypti

Publicado em 12 abril 2018

Estudante do 7º período de Ciências Biológicas da UNICEP, Matheus Garbuio, desenvolve método para o controle de vetores (larvas de Aedes aegypti) utilizando a inativação fotodinâmica, em estágio desenvolvido no Instituto de Física da Universidade de São Paulo, USP. O título do projeto é "Avaliação morfo-histológicas do tubo digestório de larvas do Aedes aegypti submetidas ao fotossensibilizador curcumina (Curcuma longa L.)".

O projeto de iniciação científica está vinculado a outros projetos de pesquisa, cujo maior suporte vem das pesquisadoras, Larissa Marila de Souza, Francine Venturini, Kate Blanco, Natalia Inada (responsáveis pelos estudos de viabilização em campo do fotolarvicida curcumina).

De acordo com Matheus, o principal objetivo do estudo é demonstrar os mecanismos de ação da curcumina como um larvicida, caracterizando-o como um larvicida gástrico, de contato ou de ação asfixiante. "Até o momento, já sabemos que as larvas em contato com essas moléculas e luz morrem por ação fotodinâmica. Os benefícios desse estudo seriam mais científicos, colaborando para a elucidação da técnica, uma vez que a mesma já se encontra em experimentação por outros pesquisadores do Instituto.", explicou.

É importante entender os danos que a curcumina (fotolarvicida/fotossensibilizador) causa, "pois já sabemos que as larvas de Aedes aegypti morrem, então o que causa essa morte? Os benefícios seriam mais científicos, entender os mecanismo que as larvas utilizam para tentar sobreviver mediante ao fotloarvicida, morfo-histologicamente falando.", contou Matheus.

"A Coordenadora do curso de Ciências Biológicas da UNICEP, Professora Lucia Helena de Aguiar Vieira, foi quem mais me ajudou, quando me incentivou a participar da seleção da vaga de iniciação científica, anunciada pelo grupo do Professor Vanderlei Bagnato", falou o estudante e aproveitou para agradecer o Ministério da Saúde, o CNPq (440585/2016-3), o Capes, o Cepof (2013/07276-1), a Fapesp.