Notícia

Planeta Universitário

Estrutura e Formação Genética do Povo Brasileiro

Publicado em 02 agosto 2011

O geneticista Sérgio Danilo Pena, professor da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), apresentará a conferência "Estrutura e Formação Genética do Povo Brasileiro", no dia 11 de agosto, em São Paulo. O evento, promovido pelo Instituto de Estudos Avançados (IEA) da Universidade de São Paulo (USP), integra o Ciclo Ciência Avançada, que comemora os 25 anos do IEA. A conferência será realizada a partir das 17 horas, no Auditório do Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da USP.Na conferência, Pena explicará o uso de diferentes ferramentas moleculares para caracterizar o "ancestroma brasileiro", expressão que ele cunhou para remeter à totalidade das características genéticas das três principais populações constituintes do povo brasileiro: ameríndios, europeus e africanos.

Segundo ele, estudos iniciais com marcadores de cromossomo Y e DNA mitocondrial mostraram um padrão de elevados níveis de mistura genética de reprodução direcional entre homens europeus e mulheres ameríndias e africanas. A alta variabilidade individual observada, segundo ele, sugere que cada brasileiro tem uma proporção singular das ancestralidades ameríndia, europeia e africana em seu genoma.

Médico formado pela Faculdade de Medicina da UFMG, Pena fez o doutorado no Departamento de Genética Humana da Universidade de Manitoba, Canadá, e o pós-doutorado no Instituto Nacional de Pesquisa Médica em Mill Hill, Londres, Reino Unido.

Atualmente é professor titular do Departamento de Bioquímica e Imunologia e diretor do Laboratório de Genômica Clínica da UFMG. É também diretor científico do Gene — Núcleo de Genética Médica de Minas Gerais e da Gene-Genealógica Central de Genotipagem de Animais.

Mais informações: www.iea.usp.br

Agência FAPESP