Notícia

Portal do Governo do Estado de São Paulo

Estado ganha 35 institutos científicos e tecnológicos de ponta

Publicado em 07 janeiro 2009

Da Agência Fapesp

São Paulo terá 35 novos centros de produção científica e tecnológica de ponta. Os institutos serão instalados no Estado por meio do Programa Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia, conduzido pelo Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), por meio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), em parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

Através de termo de cooperação firmado entre a Fapesp e o CNPq, serão investidos cerca de R$ 187,2 milhões, divididos igualmente entre as duas instituições, nos 35 projetos selecionados. O apoio da Fapesp permitiu a duplicação dos recursos federais investidos na criação de institutos no Estado. A Fundação propôs também que as duas instituições aprovassem valores adicionais de R$ 25 milhões em razão da alta qualidade das propostas verificada durante o processo de análise.

Os projetos aprovados têm as características dos Projetos Temáticos da Fapesp, modalidade que se destina a apoiar propostas de pesquisa com objetivos suficientemente ousados, que justifiquem maior duração e maior número de pesquisadores participantes.

Selecionadas em âmbito internacional, as propostas foram avaliadas por pesquisadores ad hoc especializados em cada uma das áreas de pesquisa dos projetos contemplados. “Os institutos selecionados estimularão a produção científica paulista e brasileira, o desenvolvimento de aplicações e a formação de estudantes. Como característica especial, ao lado da excelência, está a colaboração científica entre grupos de pesquisa de várias regiões do País”, afirma o diretor científico da Fapesp, Carlos Henrique de Brito Cruz.

Os institutos foram selecionados a partir de edital lançado em agosto de 2008. O edital recebeu 261 propostas, das quais 61% da região Sudeste. Dos recursos disponíveis, serão destinados 35% para os projetos dos Estados do Norte, Nordeste e Centro-Oeste, 15% para o Sul e 50% para os do Sudeste. Cada instituto será constituído por uma entidade sede e por uma rede de grupos de pesquisa organizados regional ou nacionalmente.

Projetos aprovados

Bases Tecnológicas para Identificação, Síntese e Uso de Semioquímicos na Agricultura • Células-Tronco em Doenças Genéticas Humanas • Centro de Estudos da Metrópole • Controle Biorracional de Insetos Pragas • Fotônica para Comunicações Ópticas • Instituto de Biofabricação – Biofabris • Instituto de Desenvolvimento de Técnicas Analíticas Inovadoras para Exploração de Petróleo e Gás • Instituto de Estudos das Relações Exteriores dos Estados Unidos • Instituto de Estudos sobre Comportamento, Cognição e Ensino • Instituto de Estudos dos Hymenoptera Parasitoides da Região Sudeste Brasileira • Instituto de Investigação em Imunologia • Instituto Nacional Avançado de Astrofísica • Instituto Nacional de Biotecnologia para o Bioetanol • Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Células-Tronco e Terapia Celular • Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Informação Quântica • Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia do Sangue • Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Toxinas • Instituto Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação – Redoxoma • Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia para o Estudo das Papilomaviroses Humanas • Instituto Nacional de Eletrônica Orgânica • Instituto Nacional de Pesquisa em Obesidade e Diabetes • Instituto Nacional de Políticas Públicas do Álcool e Outras Drogas • Instituto Nacional da Psiquiatria do Desenvolvimento • Instituto Nacional de Análise Integrada do Risco Ambiental • Instituto Nacional de Biotecnologia Estrutural e Química Medicinal em Doenças Infecciosas • Instituto Nacional de Estudos sobre Violência, Democracia e Segurança Pública • Instituto Nacional de Oncogenômica, Câncer Hereditário e Agregação Familial: Perfis Clínicos e Moleculares de Pacientes Brasileiros e seus Parentes com Alto Risco de Câncer • Instituto Nacional de Óptica e Fotônica • Instituto Nacional de Pesquisa e Inovação em Engenharia da Irrigação • Instituto Nacional de Pesquisas em Fisiologia Comparada • Instituto de Sistemas Embarcados Críticos • Namitec – Tecnologia de Micro e Nanoeletrônica para Sistemas Integrados e Inteligentes • P&D em Metrologia das Radiações • Plataforma Genômica Aplicada ao Melhoramento de Citros • Programa de Mudanças Climáticas.