Notícia

Folha.com

Espécie brasileira de cobra-cega tem glândulas de veneno similares às de serpentes

Publicado em 03 julho 2020

Por Reinaldo José Lopes | Folha de S.Paulo
Talvez não tenha sido um erro tão grande apelidar os anfíbios sem patas de “cobras-cegas”, afinal de contas. Pesquisadores do Instituto Butantan descobriram possíveis glândulas de peçonha na base dos dentes de uma espécie do grupo, o que indica que a capacidade de inocular presas com substâncias tóxicas também surgiu entre as cobras-cegas, tal como se vê nas serpentes verdadeiras. A equipe, coordenada por Carlos Jared, do Laboratório de [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.