Notícia

Diário de S.Paulo

Especialização estica o salário

Publicado em 30 maio 2011

Para cada carreira, uma regulamentação. Em comum, os benefícios para quem procura especialização. Profissionais dos diversos ramos vêem nos concursos públicos a oportunidade de construir um trabalho sólido, à medida que passam a integrar os mecanismos que visam o crescimento do país. Nos diversos cargos, quem conclui a pós-graduação ou MBA tem um estímulo que vai além do aprimoramento: o aumento salarial.

São duas as opções de melhorias na carreira pública, a progressão e a promoção. No primeiro, o crescimento caminha na horizontal Na educação, por exemplo, um professor que muda de nível, comum curso de especialização ou mestrado, pode chegar ao máximo de 5 pontos, o que significa uma nova remuneração. No caso da promoção, o passo acontece na vertical, de 1 para 2 e depois para 3, sucessivamente "Nesse sentido, o salário tende a subir de 10 % a 2 0 %, em média, depois da conclusão da pós-graduação ou MBA", explica Cibele Franzese, Secretária-Adjunta de Gestão Pública do Estado.

Segundo Cibele, cada uma das secretarias de governo do Estado tem suas regras para o incentivo de especialização -que vão desde de subsídios até cursos realizados internamente. Para quem ingressa, a vantagem é vista logo na inscrição.

Apesar da exigência máxima dos editais ser a graduação, os candidatos que possuem especialização ganham pontos que os colocam já a frente dos demais. "Se você vai se inscrever, os concursos pontuam os títulos", garante Cibele.

Segundo ela, as áreas de negócios costumam ser as mais procuradas pelos servidores públicos que pretendem evoluir na carreira.

Diretor da Catho educação, Constantino Cavalheiro vê na carreira pública um crescimento na preocupação quanto à competência de cada profissional. "Estão exigindo cada vez mais pessoas qualificadas, a educação tem sido prioridade, o que significa que a área pública vai precisar de mais profissionais", diz ele.

OPÇÕES DE BOLSAS

FAPESP

A Bolsa de Mestrado (MS) se destina a alunos regularmente matriculados em programas de pós-graduação de mestrado acadêmico stricto sensu de instituições de ensino superior públicas ou privadas do Estado de São Paulo, para o desenvolvimento de projeto de pesquisa que resulte em dissertação.

> A solicitação pode ser apresentada antes do término do curso precedente (graduação).

> A prioridade é para o candidato recém-formado e que tenha concluído o curso de graduação dentro do prazo normal de sua duração, com excelente histórico escolar e, preferencialmente, com estágio bem sucedido de Iniciação científica.

Mais Informações: http://www.fapesp.br/259)

CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico)

Doutorado - Sanduíche no País (SWP). Apoio ao aluno formalmente matriculado em curso de doutorado no Brasil para desenvolvimento parcial de sua tese junto a outro grupo de pesquisa nacional,

> O candidato deve estar formalmente matriculado há pelo menos 12 (doze) meses, em curso de doutorado no Brasil, reconhecido pela CAPES; e não acumular a presente bolsa com quaisquer outras bolsas concedidas por agência de fomento nacional.

> A bolsa dura no mínimo dois e no máximo seis meses.

> Mais informações: http://www.cnpq.br/normas/ m_06_016_anexo6.htm)